-
26/02/2021 às 08h40min - Atualizada em 26/02/2021 às 08h40min

Semas realiza hoje primeira feira da agricultura familiar de 2021

O evento ocorre na travessa Loma Valentina, em frente à Semas

Agência Pará
Com edição do Belém.com.br
A feira conta com produtos orgânicos e artesanato. (Foto: Divulgação Semas)

    
Com o intuito de estimular o consumo de alimentos saudáveis e beneficiar pequenos agricultores locais, a Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Estado (Semas) realiza, nesta sexta-feira (26), a primeira edição da Feira da Agricultura Familiar de 2021. O evento ocorre desde as 7h, em frente à sede da secretaria.
 
A feira é uma ação que faz parte do Programa de Educação Ambiental e Agricultura Familiar do Pará (Peaaf/PA), liderada pelo órgão que busca, além de estimular o consumo de alimentos orgânicos, contribuir para as diversas práticas de promoção da agroecologia e do desenvolvimento rural sustentável, fomentando a economia de diferentes grupos sociais no âmbito da agricultura familiar nos territórios rurais dos 144 municípios paraenses, principalmente no cenário pandêmico, em que muitos se viram com a renda comprometida.
 
“Em meio ao cenário atípico em que estamos passando, temos que seguir fomentando, apoiando e agregando esse agricultor a esse cenário para que o mesmo não tenha grandes perdas no escoamento dos seus produtos. Vale ressaltar que seguimos as orientações de saúde para que todos estejamos protegidos. Com uso de máscaras e álcool em gel para todos que participarem”,  explica a coordenadora de educação ambiental da Semas, Andreia Monteiro,
 
É o que reforça Cellen do Carmo, produtora rural de Santa Isabel do Pará e que, há cerca de dois anos, participa das feiras de agricultura familiar. A equipe de sete pessoas, e a própria jovem de 29 anos, vivem da agricultura. Antes da pandemia, participavam de mais de 13 feiras, hoje são apenas três, uma perda considerável na renda familiar. 
 
“Todas as feiras pararam e é nesse retorno do evento da Semas que vamos tirar dinheiro para pagar nossos colaboradores, combustível e outros gastos”, explica do Carmo, que também conta não ter, antes desses eventos, como evacuar a produção de frutas regionais e hortaliças a qual a família é responsável no sitio Witeua, localizado dentro da comunidade Quilombola isabelense Boa Vista do Itá. 
 
Este ano, a feira ganhou reforço nas ações sustentáveis com a instalação de um ecoponto itinerante, para que a comunidade possa fazer o descarte correto dos resíduos sólidos durante a programação. 
 
Também haverá, como nas edições anteriores, o trabalho de sensibilização da comunidade para a não utilização de produtos de uso único, as sacolas plásticas são um exemplo, incentivando o uso de sacolas retornáveis, medida que se torna ainda mais necessária após a aplicação da lei estadual que proíbe sacolas plásticas nos grandes supermercados. Por isso, a orientação dos organizadores é que os frequentadores tragam sacolas ecológicas para levar os produtos comprados.
 
Estarão presentes produtores do sítio Witeua do município de Santa Isabel; da Fazenda Rosana, de Mãe do Rio, no nordeste do Estado. A feira também contará com produtos artesanais Libania e sementes da Amazônia, ambos produzidos no município de Belém, onde estarão à venda aos clientes óleos e loções, cosméticos e sabonetes em barra. Tudo com preços convidativos para os compradores que moram na vizinhança da Semas e aos servidores da instituição. 
 
Serviço
Local: travessa Lomas Valentinas – 2717 – bairro do Marco
Mais informações: 3184-3640
E-mails: ceam.sema@gmail.com / gdam.cem@gmail.com


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual ‘brega marcante’ mais representa esse ritmo musical em Belém?

10.3%
2.9%
2.5%
2.3%
4.7%
14.0%
1.4%
3.0%
1.1%
57.8%