-
27/02/2021 às 12h00min - Atualizada em 27/02/2021 às 12h00min

Partido pede cassação de prefeito de Parauapebas, por abuso de poder público

Ação foi ingressada pelo PRTB nesta última sexta-feira (26)

Redação do Belém.com.br
A ação aponta irregularidade na doação financeira de R$ 500 mil para campanha eleitoral da chapa. (Fotos: Renato Rezende)
     
O Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB) do município de Parauapebas, no sudeste do Pará, ingressou com ação na Justiça Eleitoral nesta sexta-feira (26), pedindo a cassação do registro do prefeito reeleito, Darci Lermen (MDB), e de seu vice, João do Verdurão (PDT), por abuso de poder público.
 
A ação aponta irregularidade na doação financeira de R$ 500 mil para campanha eleitoral da chapa, em 2020. Segundo a denúncia, o principal doador da campanha, Marcelo Beliche, que sozinho doou os R$ 500 mil, confessou ter recebido o dinheiro de um agente público ligado ao prefeito para fazer a transação bancária às vésperas do encerramento do prazo para apresentação das contas de campanha. 
 
“Após conversar com o senhor João Álvaro Dias e eu ter aceitado fazer a transação bancária, ele trouxe dia 07/12/2020 a quantia de pouco mais 198 mil e dia 08/12/2020 trouxe pouco mais de 356 mil”, descreve Beliche nos autos apresentados pelos advogados do PRTB, em que também constam comprovantes das transações bancárias, fotos e vídeos de Marcelo recebendo o dinheiro combinado e que Beliche não tem renda compatível com o valor doado.
 
O PRTB Parauapebas, que é presidido pelo empresário Júlio César de Oliveira, entrou com ação respaldado na Emenda Constitucional (17/2020), que definiu o calendário das Eleições 2020 no cenário de pandemia. O prazo final para fazer o pedido de interposição de representação, inicialmente definido para 30 de dezembro de 2020, passou para o dia 1º de março de 2021.
 
Se a Justiça acatar o pedido, novas eleições podem ser convocadas na cidade. Nas eleições de 2020, Darci Lermen teve 48,42% dos votos e o segundo lugar ficou com Júlio César (PRTB), com 20,48%.

Belem.com.br entrou em contato com a assessoria de comunicação da Prefeitura de Parauapebas na manhã deste sábado (27), mas até o momento não recebeu resposta sobre a ação e a acusação de irregularidade financeira.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual ‘brega marcante’ mais representa esse ritmo musical em Belém?

10.1%
2.9%
3.2%
1.9%
4.8%
12.6%
1.5%
2.6%
1.4%
59.0%