-
03/05/2021 às 08h44min - Atualizada em 03/05/2021 às 08h44min

Detran promove programação para o ‘Maio Amarelo’; confira

Objetivo das atividades é enfatizar a responsabilidade no trânsito

Agência Pará
Com edição do Belem.com.br
As atividades começam hoje (3), pela manhã, com um encontro on-line. (Foto: Alex Ribeiro/Agência Pará)
            
O Departamento de Trânsito do Estado (Detran) inicia hoje (3), às 9h, uma programação especial para enfatizar a campanha ‘Maio Amarelo 2021’. O tema escolhido para o evento foi “A responsabilidade e o papel de cada um no trânsito”, com o objetivo de conscientizar a sociedade sobre medidas de segurança em ruas e estradas. A programação inclui atividades educativas que vão discutir a importância de um trânsito mais seguro e humanizado, a fim de reduzir a mortalidade e o índice de acidentes.


No decorrer do “Maio Amarelo”, o Detran vai inaugurar sua Central de Controle de Operações - “Sentinela” -, um espaço de monitoramento dos equipamentos de fiscalização eletrônica que vêm sendo implantados pelo órgão nas rodovias estaduais, além de viabilizar o planejamento e organização do setor de fiscalização.

Programação

As atividades começam hoje (3), com um encontro on-line, promovido pelo Detran, que contará com a participação de especialistas para discutir o tema da campanha esse ano em relação aos aspectos que compõem o trânsito. 

No dia 4 (terça-feira), a programação continua com a palestra "Psicologia do Trânsito", para o curso de Psicologia da Universidade da Amazônia (Unama), por meio da plataforma on-line Google Meet, ministrada pelo assistente de Trânsito do Detran, Cristóvão Mota.

A programação do evento visa reforçar também os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) voltados à segurança no trânsito. Essas diretrizes incluem a meta 3.6 e as recomendações aprovadas no ano passado na Declaração de Estocolmo (Suécia), na III Conferência Ministerial Mundial sobre Segurança Viária, quando foi reforçada a necessidade de ações para a redução de pelo menos 50% das ocorrências até 2030, de acordo com a Resolução A/RES/74/299 da Organização das Nações Unidas (ONU).

Participações

O diretor-geral do Detran, Marcelo Guedes, também representando a Associação Nacional dos Detrans (AND), falará sobre o papel do Departamento de Trânsito e sua contribuição para os ODS. A secretária de Estado de Cultura, Úrsula Vidal, também participará do encontro abordando a cultura de trânsito e sua importância para a mudança no comportamento nas vias. O Consultor técnico do Ministério da Saúde, Luiz Otávio Miranda abordará a resolução da ONU e as deliberações para promover maior segurança no trânsito mundial.

As participações serão encerradas pelo representante estadual do Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV), Manoel Soares Pinheiro Júnior, que tratará da atuação do Observatório e sua contribuição para a redução dos acidentes no trânsito, e por José Bento Gouveia, diretor Técnico-Operacional do Detran, que reforçará a importância do Programa Estadual de Segurança Viária (PESV) e sua contribuição para a redução dos sinistros no trânsito, com ações integradas entre engenharia, educação e fiscalização.

Parcerias

UEPA: A Universidade Estadual do Pará (UEPA) participará da campanha, em parceria com o Detran, por meio de lives educativas promovidas pelo Grupo de Estudos e Pesquisas Pedagogias em Movimento, em alusão ao Maio Amarelo. Serão cinco dias de evento, transmitido pelo canal no YouTube do Grupo.

No dia 24 haverá a mesa-redonda “Respeito e Responsabilidade: pratique no trânsito”. Os participantes receberão certificado com carga horária de 12 horas. As inscrições já podem ser realizadas, gratuitamente, até 14 de maio, pelo
formulário online do evento.

Ruas pela Vida: Também durante o mês do Maio Amarelo, a ONU lançará a 6ª Semana Global de Segurança Viária: “Ruas pela Vida”. A iniciativa tem como alvo áreas residenciais e de escolas, com o foco especial em ciclistas e crianças. No Pará, o Detran, que já é parceiro da ONU no desenvolvimento do Projeto "Fortalecimento da Fiscalização do Trânsito Rodoviário no Brasil", vai reforçar esse aspecto educativo.

 A campanha Ruas para a Vida será realizada entre os dias 17 e 23 de maio, propondo o estabelecimento do limite de velocidade de 30km para vias em que as pessoas e o tráfego de veículos mais se misturam. Além de mais seguras, vias locais projetadas ou adaptadas para baixas velocidades, tornam as ruas mais acessíveis e agradáveis. O limite regulamentar de 30km/h está estabelecido no CTB para essas vias.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual ‘brega marcante’ mais representa esse ritmo musical em Belém?

9.3%
2.9%
3.1%
2.0%
5.2%
13.7%
1.5%
2.5%
1.1%
58.7%