-
25/07/2021 às 11h00min - Atualizada em 25/07/2021 às 11h00min

Beneficiados pelo Renda Pará 500 e 400 podem fazer o saque até 27 de julho

O novo prazo foi estabelecido para possibilitar correções e ajustes nos cadastros

Agência Pará
Com edição do Belelm.com.br
O programa é uma das estratégias no enfrentamento da pandemia de Covid-19. (Foto:Rodrigo Pinheiro/Ag.Pará)
                                                                         
Motoristas profissionais contemplados com recursos do Renda Pará 500 e pessoas com direito ao Renda Pará 400 que, por algum motivo, ainda não conseguiram acesso ao benefício, têm até o próximo dia 27 de julho para retirar os valores. O novo prazo foi estabelecido para possibilitar correções e ajustes nos cadastros impedidos de fazer os saques.

As pessoas beneficiadas devem, antes de ir às agências, consultar o site do Banco do Estado do Pará (Banpará) ou da Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster), para ver se estão no cadastro enviado ao banco.

Nesta etapa, que contempla os retardatários, poderão receber motoristas de aplicativo, taxistas e motofretistas (contemplados pelo Renda 500), e ainda ambulantes, catadores de recicláveis, feirantes e guardadores autônomos de veículos (com o Renda 400). O novo prazo foi acordado entre gestores do Banpará, Seaster e Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme).  

A expectativa é que, até o próximo dia 25 (domingo), o Renda Pará 500 para motoristas profissionais seja pago para quase 35 mil beneficiários. Até às 13h30 desta quarta-feira (21), o pagamento já havia sido liberado para 32,5 mil cadastrados, com um volume de recursos de cerca de R$ 16,2 milhões.

Na primeira etapa do cronograma de pagamento de novas categorias, o Programa Renda Pará 500 beneficiou quase 16 mil motoristas profissionais e mototaxistas. Até o último dia 25 de junho, data em que a primeira etapa do calendário foi finalizada, haviam sido pagos mais de R$ 6,8 milhões a esses profissionais.

O programa é uma das estratégias adotadas pelo Governo do Pará no enfrentamento aos impactos econômicos da pandemia de Covid-19.
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual dos museus em Belém deveria ser visita obrigatória para qualquer pessoa que queira conhecer mais a cidade?

68.2%
4.5%
0%
9.1%
18.2%