-
13/08/2021 às 12h40min - Atualizada em 13/08/2021 às 12h40min

INSS inicia atendimento móvel no oeste paraense a partir da próxima segunda-feira (16)

O ciclo de atendimentos começa no oeste do estado, em Flexal

Agência Brasil
Com edição do Belem.com.br
As embarcações têm estrutura completa de atendimento.(Foto:Divulgação/Governo Federal)

                                            
Na próxima segunda-feira (16), o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) inicia atendimento a comunidades ribeirinhas do Pará em duas embarcações do PREVBarco, em regiões onde não há agências fixas.


O ciclo de atendimentos começa no oeste do estado, em Flexal. Nesta comunidade, a agência flutuante atende por dois dias e, na quinta-feira, 19, estará no município de Curuá, onde permanece por dois dias também. No próximo destino, em Óbidos, a embarcação cumpre uma agenda mais longa de atendimento, de 23 a 31 de agosto.

Na região do Marajó, a prestação de serviços previdenciários começa na quarta-feira, 18, pelo município de Bujaru, onde ocorre atendimento até o dia 20 de agosto. Logo depois, o PREVBarco chega a Limoeiro do Ajuru, onde cumpre agenda de 23 a 27 de agosto, durante a semana inteira. E, por fim, já virando o mês, a embarcação atende em Muaná, entre os dias 30 de agosto a 3 de setembro.

Agências flutuantes

O INSS acrescenta que, no Pará, devido ao tamanho do estado e às diferenças geográficas dos rios, duas embarcações farão os ciclos de viagem em atendimento às comunidades ribeirinhas. O projeto começou em 1997 e se estendeu para os estados do Amazonas (com duas embarcações) e de Rondônia (com mais um barco), totalizando cinco agências móveis flutuantes no Brasil.

As embarcações têm estrutura completa de atendimento, o que possibilita que os segurados recebam os mesmos serviços de uma agência fixa do INSS. Além dos de atendimento, há sala para perícias médicas. Segundo o instituto, as embarcações cumprem os requisitos de acessibilidade para segurados e beneficiários com deficiência ou mobilidade reduzida.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual dos museus em Belém deveria ser visita obrigatória para qualquer pessoa que queira conhecer mais a cidade?

66.7%
4.8%
0%
9.5%
19.0%