-
26/11/2021 às 10h30min - Atualizada em 26/11/2021 às 10h30min

Prefeitura decide autorizar o Carnaval 2022 em Belém

A decisão se baseia nos dados epidemiológicos da capital

Agência Belém
Com edição do Belem.com.br
Segundo dados, mais de 80% da população está vacinada com duas doses. (Foto: Divulgação/Agência Belém)
                                                                                                      
O prefeito Edmilson Rodrigues anunciou que Belém tem condições de realizar o Carnaval 2022. A decisão se deu após reunião, realizada na tarde da última quinta-feira (25), com representantes das Escolas de Samba e Blocos Carnavalescos de Belém e distritos. A autorização considerou os dados epidemiológicos da capital paraense, que possui mais de 80% das pessoas vacinadas 
com a segunda dose contra a covid-19. O prefeito ressaltou, ainda, que se for necessário dar um passo atrás, isso será feito.
 
"Estamos falando aqui de um índice elevado de pessoas vacinadas com as duas doses, semana passada eram mais de 80%. Temos autoridade em dizer, responsavelmente, que hoje podemos fazer o carnaval. Atualmente, temos uma pessoa em leito clínico do município e nenhuma em UTI. Mas queremos que vocês estejam abertos a dar um passo atrás, se for necessário", pronunciou o prefeito na reunião.
 
Edmilson Rodrigues disse que o carnaval é uma expressão cultural importante para a cidade. "Reconhecemos a importância do carnaval, sua expressão da arte popular, resistência e por Belém ter um contingente enorme de trabalhadores do mercado informal criando renda por meio dele. Estou muito determinado em fazer o carnaval".
 
O presidente da Liga das Escolas de Samba de Belém (ESA), Paulo Roberto, afirmou que todas as agremiações do grupo especial estão de acordo com a ideia de volar atrás, caso seja necessário. Além disso, as sedes das Escolas de Samba poderão servir de ponto de vacinação. 
 
"Estamos vendo que Belém está bem com relação à vacinação. Mas se tivermos que dar um passo atrás sobre essa decisão, também vamos dar. A intenção é fazer uma campanha dentro das Escolas de Samba para todos os brincantes se vacinarem, ainda temos dois meses para isso".

A Fundação Cultural de Belém (Fumbel) seguirá conversando com as escolas e blocos carnavalescos, segundo informou o presidente do órgão cultural, Michel Pinho. “O mais importante de ressaltar é que os dados da saúde, atualmente, mostram que a vacinação está altíssima na capital e podemos fazer um carnaval com segurança. A Prefeitura de Belém vai continuar conversando com os representantes até o período do carnaval”.

 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-