31/03/2022 às 15h12min - Atualizada em 31/03/2022 às 15h12min

Belém tem programação especial em alusão ao Dia Mundial do Autismo

A data é comemorada em 2 de abril

Com edição do Belem.com.br
Agência Belém
De acordo com a OMS, uma em cada 160 crianças no mundo tem TEA. (Foto: Divulgação)

 

                                                                                                       
Para conscientizar a população sobre os direitos das pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA) e mostrar as ações desenvolvidas com estudantes municipais, a Prefeitura de Belém, por meio do Centro de Referência em Inclusão Educacional (Crie) Gabriel Lima Mendes, realizará diversas atividades alusivas ao Dia Mundial do Autismo, que transcorre neste sábado (2). A programação segue até domingo, 3. O Crie está vinculado à Secretaria Municipal de Educação (Semec).


A programação começa no sábado, às 8h, com a 3ª Caminhada de Conscientização do Autismo de Mosqueiro, que sairá da avenida Getúlio Vargas (rua do Jambeiro) até ao Centro Multicultural Solar das Artes, na Praça da Vila, no distrito, onde serão apresentados os trabalhos artísticos dos alunos desenvolvidos nas salas de recursos multifuncionais, além de apresentação cultural de carimbó, contação de história e jogos adaptados. A caminhada conta com a parceria da Associação de Pais de TEA.


No doming (3), a programação continua na Praça Milton trindade, mais conhecida como Praça Horto Municipal, localizada no bairro Batista Campos, em Belém. A programação também contará com apresentação cultural e artística do poeta Juraci Silqueira e da aluna Hannan Guntemberg, além de exposição de trabalhos dos alunos da EMEI Vanda Célia de Souza, localizada no bairro do Maracacuera, em Icoaraci.


Assistência


Em Belém, a Prefeitura atua com o Programa de Atendimento Educacional Especializado aos Transtornos do Espectro do Autista (Proatea), que atualmente atende 828 alunos com autismo. 


O programa busca o desenvolvimento do potencial do estudante, a partir de atividades lúdicas, da música, das artes cênicas e plásticas, além de atividades psicopedagógicas de linguagem, psicomotricidade, informática educativa e vivência sociais, favorecendo a inclusão em espaços, além da escola, como o Bosque Rodrigues Alves e o Museu Emílio Goeldi.


Outro atendimento é o serviço de acolhimento para as famílias, de forma multiprofissional e psicossocial, com assistente social e psicólogos, para que eles possam auxiliar os filhos e estimular a cognição, ou seja, a linguagem, além do assessoramento nas escolas da rede municipal. Todos os atendimentos contam com auxilio de estagiário.
 

Números

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), uma em cada 160 crianças no mundo tem TEA. Apesar de suas dificuldades de interação social, os autistas fazem parte da sociedade e têm os mesmos direitos de todos. Conhecer sobre o tema é uma das formas encontradas para diminuir a discriminação.

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »