-
02/11/2019 às 18h51min - Atualizada em 02/11/2019 às 18h51min

Sarau “A noite é uma palavra” foi um sucesso de público

O evento teve como objetivo difundir a poesia paraense

belem.com.br
Andreza Gomes
O Sarau foi uma das atrações da Pará Ler Nossa Feira Literária, da Fundação Cultural do Pará (Foto: Divulgação)

Os alunos do Colégio Estadual Augusto Meira, de Belém, juntamente com poetas paraenses foram as atrações do Sarau “A Noite é uma palavra”, realizado na última quinta-feira, dia 31 de outubro, na Casa das Artes, dentro da programação da “Pará Ler Nossa Festa Literária” da Fundação Cultural do Pará.

Segundo a técnica em gestão cultural da Fundação Cultural do Pará, Denise Franco, o Sarau tem objetivo de difundir a poesia paraense. “No palco reúnem-se poetas, músicos e estudantes para levar ao público a poesia produzida em nossa região. O Sarau é uma oportunidade para que os poetas possam levar a sua produção literária ao público”, conta.

Denise Franco ressalta que o Sarau é também uma oportunidade para que o estudante se aproxime do poeta e conheça esta arte. “Durante a apresentação, os alunos dividem o palco com os poetas. Nesta edição do Sarau tivemos a participação dos poetas Cleópatra Melo, Geovane Belo, Preto Michel e Telma Cunha, da música Giselle Griz, da coreógrafa Liliany Serrão, direção artística de Joana Chagas e participação especial dos alunos da Escola Estadual Augusto Meira”, finaliza.

Festa Literária – O diretor de Leitura e Informação da FCP, Guilherme Relvas, ressalta que a Pará Ler Festa Literária teve curadoria para toda a programação. “A nossa Feira Literária é uma celebração da nossa cultura, em especial a Literatura paraense. Teremos mostra de cinema, exposições, festival de contação de histórias, Beco dos artistas com uma programação de Quadrinhos, gastronomia, entre outros”, explica. 

Convidados – Uma das convidadas do Sarau foi a escritora Telma Cunha é poeta paraense, nascida na cidade de São Francisco do Pará, tem cinco livros publicados, entre eles: a Cadeira Mágica, Folhas Soltas, Voo de Borboleta, entre outros.

A poeta conta que já participou de várias Saraus, mas é sempre um prazer dividir o palco com os alunos. “Eu faço isso o tempo todo, visitando as escolas pra falar de poesia e de ser poeta. Eu tenho um livro voltado para o público infantil A Cadeira Mágica que tem provocado demais as pessoas e dançado com a menina dos olhos de alunos de todas as idades: Vo(u)o do maternal a UFPA a falar do livro!”, comemora a artista.

O Sarau foi uma das atrações da Pará Ler Nossa Feira Literária Fundação Cultural do Pará que está sendo realizada no espaço da Casa das Artes, ao lado da Basílica Santuário, até este domingo, dia 03, com entrada franca.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual ‘brega marcante’ mais representa esse ritmo musical em Belém?

10.2%
2.9%
2.7%
2.4%
4.5%
14.2%
1.4%
3.1%
1.0%
57.7%