-
20/11/2019 às 15h48min - Atualizada em 20/11/2019 às 15h48min

Mickey e Minnie chegam aos 91 anos com sucesso e renovados

Personagens criados por Walt Disney continuam fazendo sucesso até hoje

belem.com.br
Agência Brasil, com adaptações
O universo de Mickey e Minnie saiu da tela e se estendeu a parques temáticos, cruzeiros, hoteis, roupas, brinquedos e outros produtos (Foto: Reprodução/ Internet)

Ícone da cultura popular e de vasta influência no imaginário das pessoas, Mickey Mouse acaba de completar 91 anos renovado e junto com sua eterna companheira Minnie, que também atinge essa idade.
 
Foi em 18 de novembro de 1928 que estreou o curta-metragem "O Vapor de Willie" (Steamboat Willie), o primeiro no qual Walt Disney sincroniza imagens e sons, quando Mickey e Minnie estrearam na tela e começaram essa caminhada que transformaria a companhia do criador em pilar global do entretenimento.
 
O sucesso do curta-metragem e dos personagens foi imediato, como lembra Becky Cline, diretora dos Arquivos Walt Disney, que afirma que em questão de dias os protagonistas causaram "furor", segundo recolhe a jornal local "Orlando Sentinel".
 
A ele seguiu o primeiro curta-metragem colorido, "Mickey, o Maestro" (The band concert), que estreou em 1935, que cimentou a popularidade do emblemático personagem, criado sem nenhum tipo de simbolismo e nem para que fosse elevado a "porta-voz de frustrações ou sátira desdenhosa", como o lembrou Walt Disney.
 
"Mickey era simplesmente um personagem pequeno com o propósito de criar risos", disse o fundador do império Disney sobre o seu personagem mais famoso e que lhe proporcionaria seu primeiro Oscar honorário em 1931.
 
A ideia de criar o rato Mickey surgiu enquanto viajava em um trem desde Nova York à Califórnia, e embora a princípio o tenha chamado de Mortimer e sua esposa de Lillian, se convenceu a chamá-lo Mickey.
 
Hoje em dia, Mickey e Minnie são símbolos sociais que por nove décadas inspiraram artistas e desenhistas, entre eles o muralista mexicano Diego Rivera.
 
Rivera, em certa ocasião, disse que "a estética do nosso tempo vai reconhecer Mickey como um dos verdadeiros gênios da arte americana da primeira metade do século 20, enquanto espera pela maravilhosa revolução global".
 
Uma revolução que hoje em dia se traduz em um universo que trespassou a tela e se estendeu a parques temáticos, cruzeiros, hotéis, roupas, brinquedos e outros produtos de "merchandising" nos quais Mickey é figura central, e que a cada ano geram bilhões de dólares.
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual ‘brega marcante’ mais representa esse ritmo musical em Belém?

10.2%
2.9%
2.7%
2.4%
4.5%
14.2%
1.4%
3.1%
1.0%
57.7%