-
21/11/2019 às 15h04min - Atualizada em 21/11/2019 às 15h04min

Projeto promove treino solidário para ajudar Casa Ronald Belém

Treino solidário de corrida que arrecadou mantimentos para a casa, será realizado neste sábado (23)

Revisão da jornalista Elck Oliveira (DRT/PA - 1847)
Rosiane Rodrigues (estagiária do www.belem.com.br) e internet
O treino solidário acontece neste sábado (23), com largada às 17h30 no Portal da Amazônia (Foto: Internet)

O projeto “Sopão Feliz” realiza ações na capital paraense com o intuito de amenizar o sofrimento do próximo. Sua principal ação é a distribuição de sopas para pessoas em situação de rua, mas não se limita a isto. Ao conhecerem o projeto Casa Ronald McDonald Belém, os membros do “Sopão Feliz” decidiram realizar um treino solidário de corrida para arrecadar mantimentos para a instituição.
 
O treino solidário acontece neste sábado (23), com largada às 17h30 no Portal da Amazônia e os corredores poderão optar por cumprir as distâncias de três e seis quilômetros.
 
Ao todo, 300 pessoas se inscreveram. Segundo o idealizador do projeto Sopão, Eric Brawl, a iniciativa de fazer a corrida, direcionada a ajudar a Casa Ronald, surgiu depois que os integrantes do projeto conheceram as pessoas que são atendidas pelo espaço e as necessidades das crianças que lutam todos os dias contra o câncer.
 
“Eles precisam de tudo. Ficamos muito sensibilizados depois que conhecemos a realidades das crianças em tratamento, por isso pensamos em fazer algo diferente para ajudar, aliando o incentivo ao esporte às causas em prol dessas crianças”, observa Eric, destacando que todo valor arrecadado nas inscrições será destinado à Casa Ronald.
 
A coordenadora de captação de recursos da Casa Ronald, Bianca Ferreira, agradeceu a iniciativa do projeto e disse que é importante contar com pessoas que ajudam a causa. “São centenas de pessoas buscando melhorar sua saúde e, junto a isso, ainda contribuem para a manutenção da Casa Ronald, que trabalha o ano inteiro para não deixar faltar nada a crianças e adolescentes em tratamento do câncer, em Belém”, explica.
 
Para os que se inscreveram, nada paga o sentimento de poder colaborar com os pacientes que são atendidos pela Casa Ronald. “Isso para mim é uma forma de ajudar o próximo. É um ato de amor”, ressalta a assistente administrativa Roberta Rosário, que vai participar do treino.
 
Alguns alimentos não perecíveis foram solicitados no ato da inscrição, que já estão encerradas. Ao término do evento, os participantes receberão medalha de participação.
 
Para conhecer mais sobre a Casa Ronald, que só no ano passado atendeu mais de 663 famílias que lutam para vencer o câncer, basta clicar aqui.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual ‘brega marcante’ mais representa esse ritmo musical em Belém?

10.0%
2.8%
2.7%
2.4%
4.6%
14.2%
1.5%
3.1%
1.0%
57.7%