-
27/11/2019 às 16h42min - Atualizada em 27/11/2019 às 16h42min

Prevenção é o melhor remédio contra o câncer

Instituído pelo Ministério da Saúde, o 27 de novembro é marcado por ações que visam ampliar o conhecimento e a prevenção à doença

belem.com.br
Andreza Gomes (jornalista do www.belem.com.br)
Odenilde, que é moradora de Quatipuru, no nordeste paraense, venceu o câncer e hoje cuida muito bem da saúde (Foto: arquivo pessoal)
   
A moradora do município de Quatipuru, no nordeste paraense, Maria Odenilde Silva da Costa, de 60 anos, adorava almoçar o tradicional charque frito com açaí. Porém, Odenilde não imaginava o quanto esta alimentação fazia mal para o seu estômago.
 
Os sintomas começaram com dores no estômago e a boca que produzia saliva em excesso. Durante o exame de endoscopia veio o diagnóstico: um tumor no estômago. Ela não se desesperou e seguiu para Belém, a capital do Estado, onde fez todo o tratamento e, há quatro anos, renasceu para a vida e venceu o câncer.
 
“Hoje estou curada, graças a Deus, estou bem, caminho de madrugada, passeio, pedalo 18 quilômetros, viajo muito e tenho disposição para fazer as coisas em casa”, comemora.
 
Hoje tudo mudou, principalmente, no item alimentação. “Não como farinha, nem suco de pacote. Na minha alimentação como bastante fruta, peixe, frango e carne vermelha apenas duas vezes por semana”, conta.
 
Ela acrescenta ainda que continua realizando o acompanhamento com a equipe médica. “De quatro em quatro meses vou a Belém, faço duas tomografias e nove exames de sangue. Cuido muito bem da minha saúde”, finaliza Odenilde.
 
Dia Nacional do Câncer - Instituído pelo Ministério da Saúde no ano de 1988, o dia 27 de novembro é marcado por ações que visam ampliar o conhecimento e a prevenção à doença.
 
Nesta quarta-feira pela manhã, em Brasília, o Instituto Nacional do Câncer (Inca) realizou uma cerimônia para marcar a data. Durante o evento, o chefe da Divisão de Detecção Precoce e Apoio à Organização de Rede do instituto, Arn Migowski, afirmou que o câncer de estômago, como o que a dona Odenilde teve, é bem elevado na região Norte e que políticas públicas devem ser intensificadas nos municípios para prevenção.
 
Pará – Na capital paraense, o Hospital Ophir Loyola é considerado como a referência para o tratamento da doença. A entidade atende pacientes dos 144 municípios do Estado. Segundo informações da assessoria de comunicação do Hospital, o Hospital trata atualmente de 3,2 mil pacientes.
 
Prevenção – Os fatores de risco para o câncer, segundo especialistas, são o histórico familiar, o sedentarismo, obesidade e idade avançada.
 
Você sabia que a atividade física é uma grande aliada à prevenção do câncer? Pois melhora as funções vitais do organismo, fortalece o sistema imunológico e principalmente ajuda a reduzir a gordura corporal.
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual ‘brega marcante’ mais representa esse ritmo musical em Belém?

10.1%
2.8%
2.7%
2.4%
4.6%
14.3%
1.4%
3.1%
1.0%
57.6%