-
20/12/2019 às 15h00min - Atualizada em 20/12/2019 às 15h00min

Nilson Chaves celebra o Natal com apresentação única

Espetáculo acontece nesta noite, no Theatro da Paz, em Belém

Assessoria de Comunicação do evento
Com edição do belem.com.br
Segundo o cantor, o show no formato “piano&voz” é uma forma única de presentear Belém num momento de tanta beleza como é o Natal (Foto: Marivaldo Pascoal)
   
Logo mais, a partir das 20h30, o cantor e compositor paraense Nilson Chaves sobe ao palco do Theatro do Paz para apresentar o show “Uma Canção de Amor num Tempo de Natal”. Ao lado do pianista Edgar Matos, Nilson realiza esta única apresentação.

Produzido em forma de uma grande celebração aos sentimentos de serenidade, companheirismo e a paz emanados durante o período natalino, o show traz composições clássicas de músicos como Almir Sater e Renato Teixeira, Guilherme Arantes, Flávio Venturini, Tavito, Zé Rodrix, entre outros grandes compositores brasileiros e também algumas de suas mais emblemáticas canções. A apresentação será em formato de piano, teclado e voz, proporcionando uma atmosfera de encantamento com músicas que falam de amor.

Segundo o cantor, o show no formato “piano&voz” é uma forma única de presentear Belém num momento de tanta beleza como é o Natal. Com mais de 50 anos de carreira, esta é a segunda vez que Nilson Chaves se apresenta acompanhando de piano, tornando o show ainda mais especial. Em única apresentação, o show "Uma Canção de Amor num Tempo de Natal", evoca o espírito de paz e harmonia nessa celebração musical.

Nilson Chaves – a Amazônia em forma de música

Nilson Chaves, compositor, cantor e violonista paraense, é um dos grandes representantes da música amazônica com reconhecimento nacional e internacional. Alcança hoje a marca de 28 discos gravados, sendo seis vinis, 17 CDs e cinco DVDs.

Nilson ganhou o prêmio Sharp em 1994 e com o CD “Waldemar”, em parceria com Vital Lima, foi indicado entre os dez melhores CDs brasileiros deste ano  pela crítica do jornal O Globo. Lançou em 1997 o CD “Amazônia Brasileira” com  Sebastião Tapajós na Europa, pelo selo alemão Tupirama Music, quando também foi indicado entre os cinco melhores CDs lançados no mercado europeu.

No ano 2000 foi indicado para o Grammy Latino com o CD “25 anos ao vivo” com as participações da Orquestra jovem e do coral da Fundação Carlos Gomes (PA) na categoria de Raízes Brasileiras.

Em 2000 dirigiu o projeto Cantorias Amazônicas, realizado no Centro Cultural Banco do Brasil (RJ) com as participações de vários artistas da região amazônica como: Raizes Caboclas e Thiago de Mello (AM), Grupo Roraimeira (RR), Lucinnha Bastos, Paulo André Barata, Sebastião Tapajós e Jane Duboc (PA), Bado (RO), Sérgio Souto (AC) Grupo Senzala e Verônica do Marabaixo (AP).

Em 2001, Nilson comemorou seus 50 anos de vida reunindo 57 artistas brasileiros entre eles: Simone Almeida, Marco André, Fávio Venturini, Sá, Rodrix e Guarabira, Boca Livre, Zeca Baleiro, Sandra de Sá, Chico César, Paulinho Moska, Sebastião Tapajós, Celso Viáfora, Lhuli e Lucina, Eliana Printes, Bado, Sérgio Souto, Ivan Lins, Jane Duboc,  Vital Lima, Fafá de Belém, Xangai, Zé Renato, Jean e Paulo Garfunkel, Paulo André Barata, Andrea Pinheiro, Almirzinho Gabriel, Eudes Fraga, Edmar  Rocha, Lucinnha Bastos, Mahrco Monteiro e Eliakin Rufino. Foram quatro horas inesquecíveis, consolidando sua importância no cenário nacional.

De 1997 a 2004 apresentou-se na Martinica, França e na Alemanha com Sebastião Tapajós e apresentações solo. Em 2002 coordenou como presidente da Acam (Associação Cultural da Amazônia) o 1ºseminário cultural da amazônia em Belém-PA, com a participação de mais de 40.000 pessoas entre artistas e público. Em 2004  participou do projeto “A força que vem das ruas”, com os cantores Mahrco Monteiro e Lucinnha Bastos, do qual originou três CDs e um DVD.

Em maio de 2006 gravou um DVD para o Itau Cultural em São Paulo com o título “Gente da mesma floresta” com Graça Gomes (AC), Eliakin Rufino (RR), Célio Cruz (AM), Zé Miguel (AP) e Bado (RO). Teve Zeca Baleiro como có-produtor do CD Maniva. Cantou a canção “Navio Gaiola” (Sebastião Tapajós e Antonio Carlos Maranhão) que fez parte da trilha musical da minissérie da TV Globo “Amazônia”.

Em 2011 grava o segundo DVD/CD Trilogia “Ser do Norte”. Ainda em 2011, Nilson e Vital lançam o DVD “Sina de Cigano” comemorando 30 anos de parceria. Em 2013 lança o CD “AMORES” para o selo japonês. Foi presidente da Fundação Cultural do Pará entre 2010 e 2014.
 
O show “Uma Canção de Amor Num Tempo de Natal” com Nilson Chaves e Edgar Matos, tem apoio cultural das Óticas Ana Maria, TV Liberal, Rádio Cultura FM e Doceria Amorosa, e patrocínio: Doratta Fry.
 
Serviço:
Show Uma Canção de Amor num Tempo de Natal
Voz - Nilson Chaves
Piano e teclado - Edgar Matos
Quando: sexta-feira, 20 de dezembro, às 20h30
Onde: Theatro da Paz – Avenida da Paz, em frente à Praça da República, bairro da Campina, Belém.
Todos os lugares com meia-entrada para estudantes
Venda na bilheteria no teatro
Informações: (91) 989009453

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

O Círio 2021 está na porta e o Belém quer saber: qual a melhor comida do Círio na sua opinião?

78.9%
21.1%