-
06/08/2020 às 13h31min - Atualizada em 06/08/2020 às 13h31min

Fiocruz afirma que vacina contra covid-19 só a partir de 2021

As primeiras 30 milhões de doses da vacina virão do exterior e serão finalizadas pela Fundação

Brasil 61 / Agência do Rádio
Com edição do Portal Belém.com
As primeiras 15 milhões de doses disponibilizadas pela Fiocruz chegarão apenas em janeiro de 2021. (Foto: Agência do Rádio)
   
O Instituto Bio-Manguinhos, ligado à Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), revelou que as primeiras doses da vacina de Oxford só estarão disponíveis no ano que vem. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (05), durante audiência da comissão externa da Câmara dos Deputados. As primeiras 15 milhões de doses disponibilizadas pela Fiocruz chegarão apenas em janeiro de 2021.

No entanto, o cronograma definitivo para a chegada da vacina aos postos de saúde ainda não está fechado. Na audiência, os parlamentares ressaltaram a importância do planejamento na distribuição das doses, a fim de conscientizar que, em um primeiro momento, pode não haver vacina para toda a população. 

O diretor do Instituto Bio-Manguinhos, Mauricio Zuma, explicou que a vacina é líquida e de aplicação intramuscular, o que facilita a logística. Ela pode ser conservada em temperaturas entre 2 e 8 graus celsius, como acontece com outras vacinas.

Segundo a Fiocruz, as primeiras 30 milhões de doses da vacina de Oxford virão do exterior e serão finalizadas pela Fundação. O acordo prevê a produção nacional de outras 70 milhões de doses. O representante da Fiocruz lembrou que tanto a produção da vacina, quanto a transferência de tecnologia, dependem de recursos orçamentários.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Você concorda com o adiamento das eleições municipais para novembro?

85.6%
14.4%