-
30/08/2020 às 11h39min - Atualizada em 30/08/2020 às 11h39min

Chadwick Boseman, um ator da representatividade no cinema

O astro de "Pantera Negra" faleceu vítima de um câncer de cólon

Amanda Barros
Com edição do Belém.com.br
O primeiro trabalho de Boseman foi na série Third Watch, em 2003. (Foto: Reprodução/Poster promocional da Marvel)
    
A morte de Chadwick Boseman, o eterno “Pantera Negra”, impactou a indústria do cinema. O ator, diretor, roteirista e fonte de inspiração para muitas pessoas ao redor do mundo faleceu após lutar durante quatro anos contra um câncer de cólon. Nascido em Anderson, na Carolina do Sul, o astro de Hollywood formado em Belas Artes, pela Howard University, deixa uma filmografia marcante.

 
O primeiro trabalho de Boseman foi na televisão, em uma aparição rápida na série Third Watch, em 2003. Mais tarde, em 2013, ganhou visibilidade no papel de Jackie Robinson, no filme “42 - A História de Uma Lenda". O talento do ator também pôde ser visto em “Get on Up - A História de James Brown”, cinebiografia lançada em 2016 sobre o icônico cantor americano.

A apresentação de Chadwick Boseman para o mundo veio em 2016 com o representativo papel de “Pantera Negra”. O T’Challa, rei do país fictício chamado Wakanda, apareceu pela primeira vez no filme “Capitão América: Guerra Civil”, dentro do Universo Cinematográfico Marvel. Em 2018, o herói ganha um filme solo com o personagem e obtém aclamação pela crítica especializada.
 
Logo na sequência, o ator fez aparições em “Vingadores: Guerra Infinita”, de 2018, e “Vingadores: Ultimato”, lançado em 2019 com a conquista de se tornar a maior bilheteria da história do cinema. Ao interpretar “Pantera Negra”, Chadwick colocou em voga a importância da representatividade negra no cinema. 
 
Mesmo fazendo tratamento contra o câncer, o ator continuou gravando algumas produções. Uma delas é um longa filmado com a atriz Viola Davis, previsto para ser lançado ainda em 2020. Chadwick também apareceria na animação “What If…”, dublando o “Pantera Negra”. Quanto à continuação do filme sobre o líder T’Challa, o ator não chegou a gravar cenas para a produção.
 
Chadwick Boseman lutou, em segredo, contra uma doença bastante agressiva para o corpo. Seu legado é ter chamado atenção sobre a forma como os negros são, e como devem ser, retratados pela indústria do cinema.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Você concorda com o adiamento das eleições municipais para novembro?

84.9%
15.1%