-
23/09/2020 às 11h00min - Atualizada em 23/09/2020 às 11h00min

Idoso de 82 anos realiza sonho de se formar em direito

Coriolando de Souza conta os desafios de se formar em meio à pandemia

Agência Eko
Com edição do Belém.com.br
Ao longo dos cinco anos, foram muitos desafios enfrentados e vencidos. (Foto: Agência Eko)
     
Com muito esforço e dedicação, o bancário e militar Coriolando de Souza Pinto, de 82 anos, concluiu o curso de direito, na Faculdade Estácio de Castanhal. Em meio à pandemia do novo coronavírus, o formando conseguiu finalizar este sonho de forma remota.

Ao longo dos cinco anos da graduação, foram muitos desafios enfrentados e vencidos. “Obtive 100% de presença durante todo o curso. Tive como professor-orientador o mestre Ebadan Fortes, ao qual agradeço os ensinamentos transmitidos. No final consegui nota excelente, gratificante a todo esforço despendido", destaca Coriolando.

O mais novo bacharel em direito escolheu como tema para o Trabalho de Conclusão de Curso ‘Uma reflexão sobre o Código de Direito Canônico à luz de nulidade matrimonial’. Idealizada desde o primeiro dia da faculdade, a temática foi motivada por Coriolando Souza atuar como diácono permanente da Igreja Católica, com 40 anos de ordenação.

Formar-se em um cenário de pandemia não estava nos planos do bacharel, mas a conquista rendeu celebrações junto à família. "Não foi como sonhei e planejei, mas celebrei com minha esposa que sempre me apoiou, meus filhos e filhas, netos e netas. Foi um momento inesquecível para todos", comemora.

Segundo Coriolando, em nenhum momento ele pensou em desistir. "Caso ocorresse, eu estaria dando um péssimo exemplo a todos que confiavam em mim, principalmente aos meus filhos e netos. Nunca desistam de alcançar seus objetivos, não existe idade para sentirmos a alegria do somatório de lutas e desafios que podemos superar ao longo da jornada”, enfatiza o formando de 82 anos. 

 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Em meio à pandemia da covid-19, você se sente seguro para ir votar no dia 15 de novembro, 1º turno das Eleições 2020?

14.6%
81.6%
3.9%