-
11/09/2019 às 13h09min - Atualizada em 11/09/2019 às 13h09min

Projeto musical tira crianças das ruas em Ananindeua

Iniciativa oferece oportunidades para quem sonha em viver da música

Portal Belém
Alunos do projeto em aula prática. Para eles, a música é a oportunidade de mudar de vida (Foto: Arquivo do projeto).

Um projeto social, idealizado pela Associação Evangélica Comieadepa, através da AAME (Associação Amazônica Evangélica), está, há 20 anos, mudando a vida de dezenas de crianças e jovens de Ananindeua, na Região Metropolitana de Belém.  

 

A coordenadora do projeto, Eunice de Moraes, explicou que o objetivo é tirar as crianças e adolescentes das ruas ou dar a elas ocupações de maneira prazerosa. “É dar oportunidade aos carentes e às pessoas que não podem pagar aulas de música”, afirmou.

 

Alex Maia, que é o professor de música do projeto há quatro anos, disse que a iniciativa ajuda crianças, adolescentes e adultos a persistirem em busca dos seus sonhos e de um futuro melhor, além de desenvolver a concentração, disciplina, memória e coordenação motora. “Me sinto realizado em poder contribuir para o aprendizado das crianças, e, acima de tudo, por estar formando cidadãos de bem através da música”, disse Alex, que trabalha em parceria com Wanker, André e Lukas, também professores de música do projeto.
 

Atualmente, 70 pessoas fazem parte do projeto, divididos em várias modalidades. As aulas de música ocorrem três vezes por semana, sendo uma de teoria musical e duas de prática, onde os alunos exercitam os conhecimentos adquiridos em sala de aula. “O projeto tem bastante instrumentos que atendem todos os alunos”, disse Alex.

 

Theodomiro Gama é um dos alunos que fazem parte do projeto. Para ele, o projeto é uma fábrica de sonhos que capacita os participantes que sonham em ser músicos e em sobreviver através da nobre profissão. “Esse sonho fortalece a cidadania, pois é uma ciência humana de educação, a partir dessa educação, a criança/adolescente se afasta do que de ruim é oferecido pela sociedade: Violência, droga e desrespeito ao laço da Família”, afirmou o aluno, que entrou no projeto para aprimorar seus conhecimentos na ciência da música.

 

Além da música outras atividades são desenvolvidas no local, como hidroginástica, academia, esportes, judô e outros. Quem tiver interesse em conhecer ou participar do projeto pode entrar em contato pelo telefone (91) 99188-2374 ou visitar a sede que fica na Avenida Mário Covas, 2500 - Ananindeua.

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual dos museus em Belém deveria ser visita obrigatória para qualquer pessoa que queira conhecer mais a cidade?

68.4%
0%
0%
10.5%
21.1%