-
12/09/2019 às 16h06min - Atualizada em 12/09/2019 às 16h06min

Maycon Nunes expõe seu olhar sobre as ruas

Mostra, em shopping de Ananindeua, segue até esta sexta-feira (13)

Portal Belém
Maycon com visitantes da exposição (Foto: Reprodução/Facebook)

O fotojornalista Maycon Nunes, 36 anos, expõe, até esta sexta-feira (13), 28 fotografias na mostra “Nós por Nós - a rua vai contar suas histórias”. As obras podem ser vistas até às 22 horas desta sexta, no shopping Metrópole Ananindeua, Região Metropolitana de Belém.
 
Fotos eternizam momentos e histórias e, disso, Maycon Nunes entende muito bem. Esta é a primeira exposição do artista, que reúne registros feitos nos últimos 20 anos. A mostra faz parte do “Amazon Cypher”, programação de cultura urbana que leva quem visita o local às ruas.
 
As fotos mostram o cotidiano das pessoas nas ruas. Segundo Maycon, foi difícil escolher as fotos, porque ele é apaixonado pelo que faz e julga única cada fotografia, rica em valores e significados. Ele explica que a exposição é para mostrar o que é comum nas ruas. “Acontece nas ruas a pichação, o grafite, a violência, o cotidiano coletivo, a chuva das três da tarde e os personagens”, afirma.
 
Para Maycon, que é apaixonado pela profissão, conseguir dinheiro fotografando não é difícil, mas sobreviver apenas disso é um desafio, porque nem todos compram a ideia do fotógrafo, o trabalho autoral.  “Nem todo mundo acredita no que você faz, mas o mais importante é acreditar no que você faz, e não desistir”, enfatiza.
 
O fotojornalista é nascido em Florianópolis e mora há 15 anos em Belém. Morou um tempo na Argentina, para estudar fotografia. A exposição, para ele, é a certeza de que está no caminho certo. “Essa exposição vem me falar ‘Maycon, você não está maluco. Você achou a sua luz, a sua originalidade e o seu olhar’, sem orgulho, sem ego inflado, porque a fotografia que eu faço é muito simples”, resume.
 
É através da fotografia que Maycon se comunica com o mundo. Emocionado, ele explica que se sente anestesiado quando está fotografando e não contém a emoção quando consegue fazer a fotografia “certa”. Uma das fotos que fez na rua foi destaque no site da Canon. Na obra, uma avó negra estava com os dois netinhos no colo, dentro do ônibus, tarde da noite. Os três estavam dormindo. “Quem me mostrou aquilo foi Deus”, lembra, com lágrimas de emoção nos olhos.
 
As fotos nem sempre são feitas com câmera novas e boas, muitas foram feitas com câmera velha, emprestadas e quebradas, mas nada disso fez com que o fotojornalista deixasse de fazer seus registros.
 
A exposição está sendo um sucesso, afirma Maycon. Para ele, ver as suas fotos tocarem o coração das pessoas é o melhor prêmio que poderia receber e mais ainda por ser uma exposição que retrata os acontecimentos de rua. “O meu nome artístico, não gosto desse termo, é peregrino. Estou peregrinando. Um dia vou morrer, mas toda vez que alguém pegar uma foto minha vai encontrar um pouco do Maycon vivo naquela fotografia, por isso que eu digo que o lugar que eu mais gosto de estar é dentro do olhar do outro. É ali que eu quero estar”, filosofa.

Serviço:
Exposição: “Nós por Nós - a rua vai contar suas histórias”. Até esta sexta-feira, 13 de setembro. Das 10 às 22h. No shopping Metrópole Ananindeua (BR-316).
Entrada franca.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual dos museus em Belém deveria ser visita obrigatória para qualquer pessoa que queira conhecer mais a cidade?

68.4%
0%
0%
10.5%
21.1%