-
16/09/2019 às 16h49min - Atualizada em 16/09/2019 às 16h49min

Setembro Amarelo alerta para importância da prevenção ao suicídio

Os Centros de Atenção Psicossociais (CAPs) são importantes apoios para quem tem algum tipo de sofrimento psiquiátrico

Portal Belém
Ás vezes, o apoio de um amigo ou familiar pode tirar alguém da iminência do suicídio

Setembro é conhecido mundialmente como o mês de prevenção ao suicídio, o Setembro Amarelo. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), apesar dos números de suicídio terem diminuído cerca de 9,8% ao redor do mundo, no Brasil, a taxa aumentou cerca de 7% entre 2010 e 2016. Segundo dados do Sistema de Informações sobre Mortalidade do Ministério da Saúde, no Pará, a cada 32 horas um suicídio é cometido.
 
Esse, sem dúvida, é um tema complexo, que envolve diversos fatores. Para a psicóloga e especialista em saúde mental, Ana Cristina Maués, é necessário um trabalho contínuo, que precisa ter lugar durante todo o ano. “Vivemos em tempos de grande sofrimento para a sociedade, taxas de desemprego, crises, inseguranças. É tempo de apreensão, por isso, precisamos realizar um trabalho duradouro, com profissionais qualificados para manejos específicos”, explica. “Para que possamos  diminuir os índices, precisamos desenvolver estudos de mapeamento com os ‘porquês’ de os pacientes chegarem ao extremo”, completa.
 
O Centro de Valorização da Vida (CVV) é um centro de apoio emocional de prevenção do suicídio, que atente todo o País de forma voluntária e gratuita. Os atendimentos podem ser realizados por ligações, chats de conversas ou e-mails, 24 horas por dia. Basta acessar o site www.cvv.org.br ou ligar no número 188.
 
Em Belém, os Centros de Atenção Psicossociais (CAPs) visam substituir hospitais psiquiátricos. Atualmente, são seis unidades espalhadas pela cidade, que conta também com a unidade de atendimento na Unama, no campus Alcindo Cacela, e a Clínica Escola da Universidade Federal do Pará (UFPA). A Fundação Hospital das Clínicas do Pará (FHDC) é referência no Estado em tratamento de doenças psiquiátricas e realiza atendimentos de urgência e emergência em casos de surtos psicóticos graves.
 
As unidades de atenção possuem atividades como consultas especializadas, atividades sócio-recreativas, oficinas terapêuticas, assistência farmacêutica, atividades físicas, terapia ocupacional, nutricionistas, entre outras atividades organizadas pelos espaços de atendimento.
 
Confira a
qui uma listagem com as informações dos Caps de Belém.  
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

O que mais você gostou no Círio 2021

0%
5.3%
52.6%
31.6%
10.5%