-
24/02/2021 às 10h30min - Atualizada em 24/02/2021 às 11h30min

Após decisão do STF, Governo do Pará comprará 3 milhões de doses de vacina

O Estado recebeu, proporcionalmente, o menor número de vacinas do Ministério da Saúde

Redação Belém.com.br
Com informações das Agência Pará e Agência Brasil
Segundo o governador, o Pará já tem recursos assegurados para adquirir as 3 milhões de doses. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

    
O Governo do Pará vai comprar 3 milhões de vacinas contra Covid-19 de laboratórios credenciados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O anúncio foi feito pelo governador Helder Barbalho nesta terça-feira (23), após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de autorizar a aquisição de doses por estados e municípios.

Na manhã desta quarta (24), o governador publicou em suas redes sociais a chegada de 61 mil novas doses de vacinas vindas de São Paulo. Confira o anúncio:

 


    

Mesmo com a nona maior população do Brasil - 8.702.353 habitantes -, o Pará é o estado que recebeu do Ministério da Saúde, proporcionalmente, a menor quantidade de vacinas contra a doença. O governo federal enviou 315.840 doses, suficientes para imunizar apenas 2,10% da população, o que coloca o Estado em último lugar no ranking nacional da vacinação.

"Nós estamos acompanhando o Plano Nacional de Vacinação (PNI), e lamentavelmente as doses de vacinas ainda são pequenas, o que nos impede de avançar com um maior número de pessoas imunizadas. Com esta decisão, nós reforçaremos o que já havíamos feito na semana passada, junto ao Fórum de Governadores da Amazônia e Fórum de Governadores do Brasil, para montarmos um plano de estados que garantam a aquisição de vacinas de diversos laboratórios autorizados", explicou Helder Barbalho.

Segundo o chefe do Executivo estadual, o Governo do Pará já tem recursos assegurados para adquirir as 3 milhões de doses para distribuir pelos 144 municípios paraenses. 


Liberação

Em votação feita virtualmente pelo Supremo Tribunal Federal também nesta última terça-feira (23), foi autorizado que estados e municípios comprar e fornecer à população o imunizante contra covid-19 em caso de descumprimento do Plano Nacional de Vacinação pelo governo federal ou de insuficiência de doses previstas para imunizar a população. A decisão foi proferida em uma ação protocolada pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Novas remessas

Em reunião com o governador Helder Barbalho, no último dia 18 de fevereiro, em Santarém, na região Oeste, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou que o Pará deve receber 1,5 milhão de doses de vacinas contra a Covid-19 até 30 de março, sendo que a primeira remessa deve ser entregue até esta quarta-feira (24). O Estado continua aguardando informações do Ministério da Saúde sobre essa demanda.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual ‘brega marcante’ mais representa esse ritmo musical em Belém?

10.1%
2.9%
3.2%
1.9%
4.8%
12.6%
1.5%
2.6%
1.4%
59.0%