14/03/2022 às 14h20min - Atualizada em 14/03/2022 às 14h20min

Terceira parcela do "Vale-Gás" começa a ser paga a partir de hoje (14)

No total, 100 mil famílias situadas na faixa da extrema pobreza devem ser contempladas

Com edição do Belem.com.br
Agência Pará
Para receber o benefício, é preciso ter renda per capita igual a zero e estar incluso no CadÚnico e receber o Auxílio Brasil. (Foto: Pedro Guerreiro / Ag. Pará)

                                                                                                                    
Beneficiários do Programa "Vale-Gás" começaram a receber a terceira parcela do pagamento nesta segunda-feira (14), para aquisição de um botijão de gás de 13 quilos. No total, 100 mil famílias situadas na faixa da extrema pobreza devem ser contempladas com um investimento de quase R$ 10 milhões oriundos do Tesouro Estadual.

Cirineu Silva de Almeida, 67 anos, comenta que com o recebimento do auxílio, no valor de R$ 100, o que ele gastaria com essa despesa, poderá ser usada em outra. “Deu tudo certo. Toda vez que eu venho (ao banco), recebo direitinho. Estou desempregado há 25 anos. Dependo desses auxílios, que ajudam muito”, pontua.

Para receber o benefício, é preciso ter renda per capita igual a zero e estar incluso no Cadastro Único do Governo Federal (CadÚnico) e receber o Auxílio Brasil (que substituiu o Bolsa Família). O pagamento é feito apenas nas agências do Banco do Estado do Pará (Banpará) com base no calendário elaborado pela Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster). 

Para Ivanildo, os reflexos dos últimos acontecimentos no contexto mundial preocupam. “Além da pandemia, vem o problema da guerra com a Ucrânia e isso também vai acarretar problemas. Os caminhoneiros já estão providenciando paralisação, vai faltar alimento, encarecer mais ainda. A gasolina e os derivados de petróleo já estavam tendo um certo aumento, gás de cozinha agora vão aproveitar. Nós, da população carente, somos quem mais sofre”, desabafou. 

O gás é um recurso que afeta diretamente o preparo da alimentação das pessoas. No
site os beneficiários podem consultar e confirmar o depósito dos R$ 100,00, e também pelo site da Seaster.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »