-
02/11/2019 às 19h00min - Atualizada em 02/11/2019 às 19h00min

Escritor castanhalense lança livro em Belém

Esta é a terceira obra do autor, que já lançou dois outros livros pela Fundação Cultural do Pará

belem.com.br
Andreza Gomes
O livro discute a tristeza a partir do cansaço, segundo o autor Geovane Belo (Foto: Reprodução/Facebook)

O escritor Geovane Belo, nascido na cidade modelo de Castanhal, no nordeste paraense, lançou, nesta sexta-feira (1⁰), em Belém, o seu terceiro livro, intitulado: “A Semântica da tristeza”, da editora Folheando. O lançamento e autógrafos foram realizados na Galeria Ruy Meira, na Casa das Artes, dentro da programação do Pará Ler Nossa Festa Literária, promovida pela Fundação Cultural do Pará.
 
O jovem escritor conta que o novo trabalho é “um livro de crônicas que dialoga com memórias da infância, e principalmente de um tempo recente, canalizando algumas tragédias cotidianas, as tensões do prazer, as lacunas e erupções do passado”, explica o autor.
 
O livro discute a tristeza a partir do cansaço, Geovane Belo, detalha sobre a obra. “É um livro que canaliza energias, também porque carrega os estranhamentos e algumas gavetas imaginárias, porque discute a tristeza, a partir das memórias do cansaço, destas entidades vizinhas que a gente encontra no refúgio da dor”, pontua.
 
Geovane Belo já lançou dois livros pela Fundação Cultural do Pará dentro do Edital Dalcídio Jurandir. Belo afirma que “A Semântica da tristeza” é um livro que tem múltiplas vozes, “dores insuportáveis, que nós suportamos no cotidiano, porque de fato as almas não são tristes, mas as pessoas são tristes”, conclui.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »