-
01/12/2019 às 12h48min - Atualizada em 01/12/2019 às 12h48min

Escolas de samba se apresentam na inauguração da nova Aldeia Amazônica

A programação gratuita foi organizada pela Fumbel em parceria com a Liga das Escola de Samba de Belém

www.belem.com.br
Agência Belém
O espaço revitalizado representa um incentivo ainda maior para a cultura da cidade (Foto: João Gomes/ Agência Belém)
   
A tarde desse domingo será de muita festa para os sambistas da capital: a Prefeitura de Belém, por meio da Secretaria Municipal de Urbanismo (Seurb), investiu quase R$ 3 milhões na reforma da Aldeia Amazônica David Miguel, que neste domingo (1), às 16h, será entregue à população em uma programação gratuita organizada pela Fundação Cultural do Município de Belém (Fumbel) em parceria com a Liga das Escola de Samba de Belém.

Para a programação a Liga preparou um cortejo cultural das escolas de samba de Belém. A concentração será a partir das 16h em frente à Embaixada de Samba Império Pedreirense, localizada na avenida Pedro Miranda, na altura da travessa Mauriti. O cortejo segue o percurso pela rua Antônio Everdosa, travessa Lomas Valentinas e volta para a avenida Pedro Miranda em direção à avenida do samba, na Aldeia Amazônica. A culminância será com um grande show das escolas, após a cerimônia de inauguração.

O presidente da Liga das Escolas de Samba do Grupo Especial de Belém, Herivelton Martins, conhecido como Vetinho, diz que a entrega do espaço cultural na véspera do Dia Nacional do Samba, celebrado em 2 de dezembro, é uma alegria. “É lá que ocorrem todos os desfiles de Carnaval, portanto essa inauguração é muito importante para a nossa cultura e principalmente para o Carnaval. Esse espaço é nosso e temos que preservar. Para abrilhantar a noite todas as escolas irão apresentar os sambas enredos do Carnaval 2020”, falou Herivelton.

De acordo com o presidente da Fumbel, Fábio Atanasio, o espaço revitalizado representa um incentivo ainda maior para a cultura da cidade. “A Aldeia Amazônica nasceu para a realização de atividades artísticas e culturais. É um espaço generoso para valorização da cultura da cidade”, destaca. “É um espaço muito importante, sobretudo, para pessoas que fazem cultura em Belém. A tendência é ocupar esse espaço com mais eventos culturais”, completou.

Sorteio - Ainda durante a inauguração, as escolas de samba do 1° grupo irão saber a ordem de apresentação para o desfile do ano que vem com sorteio organizado pela própria Liga das Escolas de Samba e pela Fumbel. Vale destacar que a escola campeã deste ano, no caso o Grêmio Recreativo Esportivo Beneficente Jurunense Rancho Não Posso me Amofiná, pode escolher em qual posição desfila e a campeã do grupo de acesso, que neste ano foi a Associação Carnavalesca Mocidade Unida do Benguí, é a primeira a se apresentar no ano seguinte.

Segurança - A Guarda Municipal de Belém (GMB) e a Superintendência de Mobilidade Urbana (Semob) darão apoio ao evento, com interdição na avenida Pedro Miranda e orientação no entorno e durante o cortejo das escolas com viaturas e agentes de trânsito e a segurança com um efetivo de dez viaturas, 16 motos e 48 guardas. A Semob revitalizou a sinalização da Pedro Miranda e entorno.

Programação - A partir das 16h haverá cortejo cultural, seguido de cerimônia de inauguração, sorteio da ordem de apresentação dos desfiles das escolas de samba para 2020 e apresentação das escolas de samba do 2° e 1° grupos. Toda a programação é gratuita.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Dúvidas? Nos envie uma mensagem explicando a informação que você precisa!