-
02/12/2019 às 17h00min - Atualizada em 02/12/2019 às 17h00min

Governo quer que brasileiros fiquem um dia desconectados

A data escolhida para o chamado "Detox Digital Brasil" foi o dia 8 de dezembro

belem.com.br
Assessoria de Comunicação do Ministério
O objetivo é fomentar a discussão sobre o uso imoderado das novas tecnologias digitais (Foto: Bruno Fortuna/ Fotos Públicas)
   
O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) lançoum desafio para todos os brasileiros: um dia inteiro desconectado de celulares e outras tecnologias digitais. A data escolhida foi o dia 8 de dezembro (domingo), Dia Nacional da Família, a partir de meia-noite. É o chamado Detox Digital Brasil, iniciativa que faz parte de um dos programas da Pasta, chamado Reconecte.

O objetivo é fomentar a discussão sobre o uso imoderado das novas tecnologias digitais, prática que tem preocupado diversos especialistas das áreas de saúde, educação e segurança. A campanha já está sendo realizada principalmente nas redes sociais, e se encerra às 23h de sábado, véspera do “Dia D”.

Vídeos explicativos, postagens educativas, dicas do que fazer em um dia sem tecnologia e até memes serão usados nas ações. Bares, por exemplo, poderão fixar nas mesas um display para que os frequentadores depositem os celulares desligados. O material estará disponível no sítio eletrônico da campanha, que é o detoxdigital.mdh.gov.br.

“A ideia é que cada um fique sem internet quantas horas conseguir e depois vá para a internet, ao final da campanha, contar para a gente como foi a experiência. É isso mesmo, não queremos condenar o uso da tecnologia ou afastá-la do nosso dia a dia, pois ela veio para ficar. É para que as pessoas reflitam o quanto o uso excessivo afeta a vida pessoal, o convívio familiar e, a partir daí, façam o uso consciente dos eletrônicos”, explica a ministra Damares Alves.

Dependência digital

Uma pesquisa realizada pelo Ibope em fevereiro deste ano apurou que 52% dos brasileiros não conseguem ficar um dia inteiro longe do aparelho. Outros 16% apontaram que o uso do smartphone atrapalha no âmbito profissional; 16% dos internautas relatam que o relacionamento com a família é afetado; 12% se distraem com o aparelho enquanto dirigem; 9% disseram que a saúde é afetada; 8% veem o ambiente escolar influenciado; e 6% apontam que o telefone celular prejudica a vida sexual.

A secretária Nacional da Família, Angela Gandra Martins, diz que não é preciso muito esforço para perceber que a nossa rotina diária de vício no celular interfere em nossos relacionamentos. Para ela, somente com a conscientização sobre o uso excessivo é possível corrigir essa distorção.

“Por isso propomos esse dia de reflexão. É um dia para estar com a família, para começar novos projetos. Ou seja, para ver por quantas horas a gente consegue se desligar do mundo digital para nos ligarmos ao mundo real”, afirma secretária.

 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Dúvidas? Nos envie uma mensagem explicando a informação que você precisa!