-
16/04/2021 às 15h00min - Atualizada em 16/04/2021 às 15h00min

Governo altera bandeiramento das regiões do Baixo Amazonas e Tapajós

Já a Região Metropolitana de Belém teve o horário de circulação de pessoas ampliado

Agência Pará
Com edição do Belem.com.br
Com a mudança, os municípios destas localidades deixam de ter restrição de horários para circulação de pessoas. (Foto: Marcos Santos/Agência Pará)
      
A partir desta sexta-feira (16), as regiões do Baixo Amazonas e Tapajós, no Oeste do Pará, saem do bandeiramento vermelho para o laranja, considerado de risco médio para a covid-19. Com a mudança, os municípios destas localidades deixam de ter restrição de horários para circulação de pessoas.

O bandeiramento vermelho ainda continua para as seguintes localidades: Região Metropolitana de Belém, Marajó Oriental, Baixo Tocantins, Marajó Ocidental, Nordeste, Xingu, Carajás e Araguaia. Porém, nos municípios que estão nestas regiões, o horário de restrição de circulação de pessoas foi ampliado para as 22h as 5h.

Os restaurantes ficam autorizados a funcionar até 21h. Da mesma forma, lojas de rua e shoppings centers poderão ficar abertos até 21h.

Avaliação científica

As novas medidas, menos restritivas, foram determinadas durante reunião do Comitê Técnico e Científico, liderado pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa).

A taxa de ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) no Estado atualmente chega a 80,8%, e a de leitos clínicos a 57,8%. Há uma semana (8 de abril), o índice de ocupação de leitos de UTI era de 83,7%, enquanto que o de leitos clínicos chegava a 66,6%.

O Decreto Estadual 1.310/2021, o qual restringia a circulação por via rodoviária e hidroviária de passageiros entre os estados do Pará e Amazonas, foi revogado. Com as novas mudanças,
fica autorizado o transporte fluvial para a região do Marajó, que até então seguia com restrições.

Todas as determinações entrarão em vigor a partir da publicação com alterações do Decreto Estadual 800/2020, prevista para ocorrer nesta sexta-feira (16), no Diário Oficial (DOE).  

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual ‘brega marcante’ mais representa esse ritmo musical em Belém?

10.0%
2.8%
2.7%
2.4%
4.6%
14.2%
1.5%
3.1%
1.0%
57.8%