-
17/10/2019 às 11h32min - Atualizada em 17/10/2019 às 11h32min

Cartilhas ajudam a denunciar violência sexual

As cartilhas são doadas gratuitamente a escolas e comunidades carentes

Rosiane Rodrigues (Estagiária do Portal Belém, com revisão da jornalista Elck Oliveira - DRT 1847)
Rosiane Rodrigues
O material surgiu a partir da dissertação de mestrado de Diego Martins (Foto: arquivo pessoal)

Os casos de violência sexual contra crianças e adolescentes são preocupantes. De janeiro a agosto do ano passado foram registrados 1.866 casos de estupro de vulnerável e, no mesmo período deste ano, foram registrados 1720 casos, segundo a Secretaria de Segurança Pública do Pará (Segup). Pensando em combater esses casos, a Imprensa Oficial do Estado (Ioepa) imprimiu 10 mil cartilhas feitas por Diego Martins, mestre em Segurança Pública, que mostram o passo a passo para denunciar casos de violência sexual. As cartilhas serão entregues às 10h desta sexta-feira (18), na Sede da Ioepa.
 
Com o tema “Passo a passo para atendimento dos casos de violência sexual no Estado do Pará” a cartilha foi criada neste ano. O material surgiu a partir da dissertação de mestrado de Diego Martins, que decidiu pesquisar sobre violência sexual praticada contra crianças e adolescentes. Durante a pesquisa, ele observou que as vítimas e seus familiares tinham dificuldades para denunciar ao não saber que órgão procurar, o que deveria levar ou dizer, por isso teve a iniciativa de criar a cartilha e, desse jeito, ajudar no combate de violências sexuais cometidas, principalmente, contra crianças e adolescentes.
 
Além de criar a cartilha, Diego palestra nas escolas, faz treinamentos sobre a temática, tudo isso de forma voluntária. Para ele, é grande a felicidade de receber o apoio da Ioepa na impressão das cartilhas. “É fundamental parcerias como essas, com a Imprensa Oficial do Estado, apoiando essa iniciativa”, disse Diego.
 
Rodrigo Moraes, coordenador da Editora da Ioepa, disse que contribuir com a divulgação da cartilha é uma satisfação. Segundo ele, é fundamental a luta em prol de uma sociedade capaz de dar segurança para as crianças e adolescentes, em especial no combate à violência sexual, que muitas das vezes ocorre na casa das vítimas, com pessoas próximas.
 
“É uma cartilha bem didática para as crianças e até para os adultos terem conhecimento da importância de preservar a integridade física da criança. É uma atitude muito louvável e a Imprensa Oficial, através dessa editora, não poderia deixar de contribuir’, afirmou.
 
Rodrigo explicou que ajudar os pais, crianças e adolescentes a terem conhecimento sobre o assunto é muito importante. De acordo com ele, a Imprensa Oficial está à disposição para outras ações deste nível de relevância. “Sempre contribuindo e ajudando a desenvolver a sensibilidade na sociedade. Estaremos de portas abertas contribuindo e nos honra muito essa parceria”, concluiu.
 
As cartilhas são doadas gratuitamente às escolas, comunidades carentes e locais onde Diego Martins faz palestras sobre o tema. Os próximos participantes das palestras que ocorrerão na creches Sorena, no dia 23 de outubro, e na creche Casulo, no dia 24 do mesmo mês, realizadas em parceria com o núcleo de projetos sociais vinculados à Basílica de Nazaré, serão os primeiros beneficiados com as cartilhas impressas na Ioepa.
 

 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual ‘brega marcante’ mais representa esse ritmo musical em Belém?

10.0%
2.8%
2.7%
2.4%
4.6%
14.2%
1.5%
3.1%
1.0%
57.8%