11/03/2022 às 14h20min - Atualizada em 11/03/2022 às 14h20min

Marituba intensifica ações de ordenamento no transporte público municipal

Uma reunião ocorreu com os representantes do poder público e sindicato

Com edição do Belem.com.br
Comus Marituba
Foram entregues também mais de 20 certificados de cursos de capacitação para estes profissionais do transporte público. (Foto: Ary Brito / Comus Marituba)


A Prefeitura de Marituba, por meio da Secretaria de Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Sesped), em sua Diretoria de Transporte (Dirtrans), já desenvolveu estratégias que visam o ordenamento do transporte que circula dentro dos limites territoriais de Marituba. Marituba é responsável pelas linhas internas do município dentro da Região Metropolitana de Belém (RMB).

Neste caso, linhas internas são as que possuem origem e retorno/destino no território do município. Dentro desta limitação, as únicas linhas que possuem esta característica são as linhas administradas por cooperativas. Outras linhas estão sobre a administração dos órgãos de transporte da capital.

A Dirtrans tem realizado um diálogo constante com as empresas que possuem linhas que circulam no município para que este tipo de transporte atenda as necessidades da população. Dentre estas reivindicações estão a questão da manutenção dos veículos, segurança e melhores condições nos finais de linha para quem trabalha ou pega o veículo no local, além do cumprimento de horários.

“No que diz respeito aos horários, infelizmente, as linhas contam com o fator de tráfego na rodovia BR 316 com os congestionamentos, acidentes e, em algumas vezes, protestos que acabam por prejudicar na questão da pontualidade das linhas”, afirma o diretor de Transporte de Marituba, Leonam Moura.

O diretor também explica que para tentar enfrentar esta questão do horário, a Dirtrans tem trabalhado para exigir das empresas a manutenção de um número mínimo de veículos por bairro.


Segurança

Neste quinta-feira (11), a Sesped recebeu em sua sede os representantes do Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários de Ananindeua e Marituba (SINTRAM/PA), representantes da segurança pública de Marituba e do Governo do Estado com o objetivo de unir forças para encontrar soluções para a questão da segurança nos transportes públicos no município.

Entre as propostas retiradas da reunião estão o aumento do policiamento ostensivo próximo aos finais de linha com ações preventivas na comunidade, comunicação direta entre os rodoviários, o Centro Integrado de Operações (CIOP) e Guarda Civil Municipal, intensificação da fiscalização nos transportes públicos no município e acionar os empresários de ônibus para que forneçam melhores condições de trabalho nos finais da linha de ônibus no município, entre outras medidas.


Transporte alternativo

A Prefeitura de Marituba entregou 200 termos de autorização de atuação e funcionamento, carteirinhas de identificação profissional e novo fardamento com uma nova identificação visual para facilitar a fiscalização do serviço de mototaxistas no município. Foram entregues também mais de 20 certificados de cursos de capacitação para estes profissionais buscando a melhoria dos serviços de transporte individual.

Também foram entregues, certificados de autorização de tráfego para cooperativas de transporte alternativo no município. Atualmente quatro cooperativas atuam em Marituba. Todas já estão em processo de regularização e duas já completaram o ciclo e receberam o documento.

“Dentro dos esforços da atual gestão, o transporte alternativo se encontra regularizado, vistoriado e documentado. Com relação às grandes empresas conseguimos regularizar o número mínimo de veículos por bairro e ampliar linhas para bairros como Almir Gabriel e conjunto Albatroz, e continuamos trabalhando para que a população de Marituba tenha acesso a um transporte público de qualidade”, concluiu o diretor.


 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »