-
-
22/05/2020 às 08h09min - Atualizada em 22/05/2020 às 08h09min

Aplicativo Diarium Saúde faz acompanhamento de pacientes da Covid-19

O app está disponível para smartphones com o sistema operacional Android

Agência Pará
Com edição do belem.com.br
O objetivo é que o aplicativo funcione como um acompanhamento diário do usuário em relação à saúde física e mental (Foto: Uepa/ Ascom)
          
A pandemia do novo coronavírus tem avançado no Brasil a cada dia, porém, os institutos de pesquisa e universidades brasileiras têm desenvolvido novas soluções para o controle, tratamento e prevenção do avanço do vírus a partir de projetos que envolvem Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs). Na Universidade do Estado do Pará (Uepa), uma das soluções é o aplicativo móvel Diarium Saúde, lançado nesta quinta-feira (21). O app está disponível para smartphones com o sistema operacional Android e é distribuído gratuitamente via download no Google Play, para toda comunidade paraense.

Faça o download do app Diarium Saúde aqui

O app Diarium Saúde foi idealizado pelos professores Antonio Cardoso, Wanderson Quinto, entre outros docentes vinculados ao Grupo de Estudos e Pesquisas em Sistemas de Informação (GSIC) da Uepa, e contou com a participação dos discentes do curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas (TADS), Luiz Viana, Gustavo Espindola, Mellory Lobo e Wallace Frota. Os professores também estão ligados ao curso e desenvolvem o projeto TecnoSaude, no Centro de Ciências Naturais e Tecnologia (CCNT), o Campus V da Universidade.

O objetivo dos pesquisadores é que o aplicativo funcione como um acompanhamento diário do usuário em relação à saúde física e mental, se configurando, dessa forma, em um serviço para auxiliar a comunidade paraense durante a pandemia do coronavírus. O aplicativo possibilita, portanto, o registro do histórico de sintomas, medicamentos administrados e atividades realizadas durante o período das manifestações de modificações orgânicas ou funcionais. 

A pessoa realiza um pequeno cadastro e logo em seguida poderá fazer login. Inicialmente, o usuário deve colocar como está se sentindo. Em seguida, precisa informar quais modificações orgânicas ou funcionais está passando, por exemplo, febre, tosse, cansaço e sem olfato ou paladar. Posteriormente, deve registrar se fez uso de medicamentos e quais e, após esta etapa, deve comunicar sua rotina, tal como, se foi ao supermercado, ao trabalho ou na feira. No final, tudo será salvo e o usuário poderá visualizar sua estatística de uso, onde será apresentado um relatório detalhado e todos esses registros poderão ser baixados e compartilhados", comentou o coordenador do curso de TADS e do Bacharelado em Engenharia de Software, professor Wanderson Quinto.

O usuário que fizer o download do app Diarium Saúde poderá chegar a uma unidade básica ou hospital com dados concretos, referente ao histórico dos sintomas e dos medicamentos ingeridos. Possibilita, dessa forma, que os agentes de saúde possam fazer um diagnóstico e prescrição de remédios de maneira mais assertiva. Além disso, o aplicativo contém informações de cuidados e informações oficiais do Ministério da Saúde, para ajudar as pessoas no processo de prevenção contra o vírus.

“Tudo será salvo, e o usuário poderá ter acesso aos dados em uma tela de estatística que detalha cada relatório enviado que poderá ser visualizado em gráfico, além de que haverá a possibilidade de ser feito o download dos sete últimos relatórios enviados no formato PDF, assim como, também, dos 30 últimos registrados, sendo assim, esses são alguns dos recursos disponíveis para a versão de lançamento. Esperamos evoluir cada vez mais com funcionalidades que ajudem de forma direta e objetiva ao combate e prevenção contra o Covid-19”, afirmou o discente do 4º semestre em Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas e integrante da equipe de desenvolvimento do app Diarium Saúde e do GSIC, Wallace Frota.

As Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC’s) são aliadas poderosas neste momento de enfrentamento ao Coronavírus, pois estão inseridas no contexto social de grande parcela da população. Os aplicativos móveis para smartphones se apresentam mais do que nunca como um suporte para serviços que até então eram vinculados à necessidade da presença física das pessoas.

Sobre o GSIC

O Grupo de Estudos e Pesquisas em Sistemas de Informação e de Conhecimento (GSIC) da Uepa nasceu no ano de 2014, com a proposta de atuar no desenvolvimento de soluções informatizadas voltadas à realidade da região amazônica. O enfoque principal é na modelagem, implementação e implantação de sistemas de informação para conduzir ou aprimorar processos de informatização organizacional, e o de usar bases de dados como fontes de conhecimento para a produção de sistemas, com uso de inteligência computacional.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você é a favor do isolamento social?

30.7%
68.8%
0.4%
-
-
-