-
04/07/2020 às 17h00min - Atualizada em 04/07/2020 às 17h00min

“Viva Mestres” é tema da terceira live do pavulagem

Programação será transmitida ao vivo pelo Youtube, neste domingo, 05/07, às 10h

Assessoria de Comunicação do evento
Com edição do belem.com.br
Este terceiro encontro terá como tema a campanha #VivaMestres, criada para dar apoio aos mestres da cultura popular (Foto: Dah Passos)
     
Contando com as participações musicais de Fafá de Belém, Nilson Chaves e Márcio Jardim, ocorre neste domingo (05/07), às 10h, a terceira live do projeto “Arrastão do Pavulagem, Arraial do Futuro”. A banda volta a se apresentar bem na beira do rio, com fitas ao vento e a energia que o público conhece bem e pode acompanhar tanto pelo Youtube da banda (/arraialdopavulagemoficial) como pelo Facebook da Equatorial Pará (@equatorial.pa), patrocinadora do projeto, que conta ainda com o apoio cultural da TV Cultura.
 
Este terceiro encontro terá como tema a campanha #VivaMestres, criada para dar apoio aos mestres da cultura popular. Muitos deles foram parceiros do Arraial do Pavulagem ao longo das últimas décadas e passam por dificuldades financeiras, com a suspensão dos eventos culturais e outras atividades que lhes traziam renda. Até o momento foram arrecadados pouco mais de R$ 2 mil, em uma vaquinha virtual, que permanece aberta até dia 13/07, no link: vaka.me/1133320.
 
Para o presidente da Equatorial Energia Pará, Marcos Almeida, a programação deste domingo está ainda mais especial, justamente por ser dedicada a ajudar os mestres da cultura popular, tão importantes na história paraense. “Essa programação tem um significado enorme para os paraenses. Poder contribuir para o desenvolvimento do Estado e ainda apoiar a Cultura daqui, que é tão diversa, nos orgulha muito”, ressalta Marcos.
 
CONVIDADOS
 
Os convidados musicais participam com vídeos gravados em suas respectivas casas, trazendo palavras de esperança e canções para alegrar o público do cortejo virtual. E esta será a vez de receber Fafá de Belém, Nilson Chaves e Márcio Jardim. Também haverá a presença virtual dos mestres Zampa (Salvaterra), Tereza Maria (Bragança), Zezinho (Bragança), Edgar (São Caetano de Odivelas), Sebastião Tapajós (Santarém) e Vital, conhecido como o “Engole Cobra” (Cametá), afinal, este terceiro arrastão será dedicado a exaltá-los e divulgar a beleza de suas obras para o mundo.
 
“O meu coração é um lugar de muito acolhimento. Talvez eu seja hoje o integrante mais antigo do Arraial do Pavulagem, então no meu coração estão todas as pessoas desde o começo, as que estão no momento com a gente e as que virão”, diz Ronaldo Silva, destacando a importância dos muitos artistas que já passaram pelo Arraial do Pavulagem  ou foram parceiros em diferentes momentos.

BATALHÃO DA ESTRELA
 
Importante destacar que, com a pandemia, a sede do Instituto Arraial do Pavulagem está fechada e, por segurança, não realizamos nossas oficinas de Dança, Percussão e Artes Circenses. Assim, quem participou de alguma delas em anos anteriores foi chamado para realizar ensaios virtuais. Foram formados quatro grupos de ensaio e cada um ensaiou duas músicas, através de video-aulas com nossos instrutores. Depois, gravaram em casa sua apresentação, que formou videoclipes exibidos durante as nossas lives. Além de músicas conhecidas, duas inéditas serão apresentadas neste e no próximo domingo.
 
#MARAJOVIVO
 
Será dado continuidade também à Campanha #MarajóVivo. Criada a partir da parceria de diferentes instituições, como o Museu Goeldi, o Museu do Marajó e a Irmandade do Glorioso São Sebastião, ela formou uma rede de apoio aos mais vulneráveis no combate ao coronavírus, tanto fornecendo informação, como materiais de limpeza, alimentos e renda para as comunidades marajoaras. As doações seguem abertas até dia 13/07, no link: vaka.me/1141023.
 
+ LIVES

 
A programação do “Arrastão do Pavulagem, Arraial do Futuro” segue com mais uma live no próximo dia 12/07. O tema será o “Brincante do Futuro”, abordando as novas gerações que são formadas dentro do Instituto Arraial do Pavulagem. Encerrando, ainda, com a “Derrubada do Mastro”, que é o fechamento da quadra junina e a renovação do ciclo da cultura popular. Quem perdeu as duas primeiras lives, pode assistí-las pelo canal oficial da banda no Youtube. Por lá também estão disponíveis vários videoclipes e homenagens dos fãs do Boi Pavulagem durante a pandemia.
 
“A gente fica emocionado, depois de mais de dois meses sem tocar pras pessoas, sem tocar enquanto banda Arraial do Pavulagem. Foi uma emoção gigantesca o que tivemos aqui hoje, de nos religar à nossa música, ao bem que nós fazemos para as pessoas. Acho que atravessamos bem esse momento e com certeza, no próximo domingo, estaremos melhores. É um outro repertório, outras músicas que vão rolar. E a gente agradece, que teve gente de vários lugares do mundo ligado com a gente aqui na Amazônia”, declarou Junior ao final da primeira live.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual ‘brega marcante’ mais representa esse ritmo musical em Belém?

10.2%
2.9%
2.5%
2.3%
4.7%
14.1%
1.4%
3.0%
1.1%
57.9%