-
06/06/2021 às 08h38min - Atualizada em 06/06/2021 às 08h38min

Brasil deve receber carregamento de IFA até julho

A Fiocruz também trabalha para produzir o IFA no Brasil

Agência Brasil
Com edição do Belem.com.br
A vacina produzida com IFA nacional só deve chegar aos postos de vacinação em outubro (Foto: Divulgação/Fiocruz)
                
A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) chegou a 50,9 milhões de doses de vacinas contra covid-19 entregues ao Programa Nacional de Imunizações (PNI). A soma foi atingida com a liberação de mais 3,3 milhões de doses do imunizante Oxford/AstraZeneca.
 
O número total de entregas inclui 46,9 milhões de doses que foram produzidas no Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos/Fiocruz) e 4 milhões de vacinas importadas prontas do Instituto Serum, da Índia. 
 
No segundo caso, a Fiocruz também negociou o envio das doses e realizou a checagem e rotulagem em português dos frascos recebidos.
 
Mais quatro carregamentos de IFA estão previstos para chegar entre junho e julho, garantindo a produção de 100,4 milhões de doses. 
 
A Fiocruz também trabalha para produzir o IFA no Brasil, o que já está garantido com a assinatura do acordo de transferência de tecnologia assinado nesta semana com a AstraZeneca. 
 
Já chegaram ao país os primeiros bancos de células e de vírus que permitirão essa produção, e Bio-Manguinhos prevê iniciar neste mês a fabricação dos primeiros lotes de pré-validação e validação.
 
A vacina produzida com IFA nacional, porém, só deve chegar aos postos de vacinação em outubro.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual dos museus em Belém deveria ser visita obrigatória para qualquer pessoa que queira conhecer mais a cidade?

68.4%
0%
0%
10.5%
21.1%