-
14/01/2022 às 15h53min - Atualizada em 14/01/2022 às 15h53min

Plataforma nacional bloqueia chamadas de números indesejáveis

São bloqueados números de telemarketing, telecom e de crédito consignado

Redação Belem.com.br
Com informações da Agência Brasil
A plataforma está em operação desde 2019. (Foto: Tânia Rêgo / Ag. Brasil)
                                                                                   
A plataforma "Não Me Pertube" consegue bloquear chamadas de números de empresas de telemarketing, telecom e de ofertas de crédito consignado. A ferramenta já tem mais de 9 milhões de números de telefone cadastrados. A plataforma, todavia, não bloqueia ligações de planos de saúde ou de redes varejistas.

O "Não Me Perturbe" está em operação desde julho de 2019, e faz parte das medidas de autorregulação do setor para melhorar a relação com os consumidores. De 2019 a 2021, o número de cadastrados chegou a quase dez milhões. Apenas durante o ano de 2021, foram cadastrados mais de 2 milhões de números.

Quem quiser bloquear seus números de celular e fixo deve fazer o cadastro diretamente no
site ou por meio dos Procons em todo o país. O bloqueio ocorre em até 30 dias após o cadastro.

Após a implementação da plataforma foi verificada uma queda de 20% nas reclamações de usuários de serviços de telecomunicações.

Números

Segundo a Conexis Brasil Digital, que reúne as empresas de telecomunicações e de conectividade, a maior parte dos números bloqueados está no estado de São Paulo, com 4,594 milhões de números registrados. São Paulo também concentra a maior base de clientes do país, com 71,8 milhões de celulares e 10,7 milhões telefones fixos.

Em segundo lugar no ranking de telefones bloqueados está Minas Gerais, com 856 mil números, seguido do Paraná com 844 mil e do Rio de Janeiro com 587 mil registros. O Distrito Federal tem a maior proporção de telefones cadastrados na plataforma, são 297 mil números cadastrados, o que representa 5,8% da base de telefones fixos e móveis do DF.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-