15/03/2022 às 14h37min - Atualizada em 15/03/2022 às 14h37min

Novo Enem terá etapa de conhecimentos escolhidos pelo aluno

O novo Enem materializa as diretrizes legais da reforma do Ensino Médio

Com edição do Belem.com.br
Site do Ministério da Educação
As alterações sugeridas visam adequar o exame ao Novo Ensino Médio que vai estar totalmente implantado em três anos. (Foto: Reprodução)

                                                                                                       
O Governo Federal, por meio do Ministério da Educação (MEC) esclarece que as atualizações do novo Enem são objeto de discussão, desde dezembro de 2021, de um Grupo de Trabalho presidido pelo Secretário da Secretaria de Educação Básica (SEB) e que possui representantes da sociedade civil e de órgãos como o Conselho Nacional de Educação (CNE) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

O GT realizou 12 reuniões para chegar a um modelo de consenso entre especialistas e representantes das redes estaduais, universidades e institutos e o próprio CNE. A decisão sobre o novo Enem somente ocorrerá após a conclusão desse Grupo de Trabalho e será amplamente divulgada à sociedade. O parecer do CNE lançado ontem antecipou d
discussões ainda em andamento no GT, do qual o CNE também faz parte.

O novo Enem materializa as diretrizes legais da reforma do Ensino Médio, já em vigor, e da Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Sua atualização será fundamental para garantir aos entes federativos e as instituições privadas de ensino maior segurança na implementação do Novo Ensino Médio.


O Conselho Nacional de Educação (CNE) aprovou nesta segunda-feira (14) um parecer que define mudanças no modelo do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2024. As alterações sugeridas visam adequar o exame ao Novo Ensino Médio que vai estar totalmente implantado em três anos.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »