31/03/2022 às 11h09min - Atualizada em 31/03/2022 às 11h09min

Estudantes do Pará disputam torneio de robótica em São Paulo

Eles são os únicos selecionados de escola pública a representar o Norte do país

Agência Pará
Eles conquistaram a vaga em meio a 160 estudantes divididos em 33 equipes de escolas do Amapá, Pará e Roraima. (Foto: Rodrigo Pinheiro / Ag. Pará)

                                                                                                       
Alunos de escolas estaduais do Pará foram classificados para a etapa nacional do Torneio de Robótica do Sesi, que ocorrerá de 27 a 29 de maio, em São Paulo. Eles conquistaram a vaga em meio a 160 estudantes divididos em 33 equipes de escolas públicas e privadas dos estados do Amapá, Pará e Roraima.

 

A equipe faz parte do Núcleo de Tecnologia Educacional da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e foi treinada pelo professor Rafael Herdy. “Estaremos em São Paulo com o apoio da Secretaria e estamos nos preparativos para a viagem. Vamos precisar fazer alguns ajustes para a disputa nacional. Essa equipe que treina aqui é de duas escolas (Albanízia de Oliveira Lima e Jarbas Passarinho), estamos em um momento de bastante festa. Somos a única escola pública da região Norte a conseguir uma vaga na etapa nacional isso mostra o tamanho do desafio que enfrentamos”, destaca o professor.


Karen Santos, 15 anos, faz parte da equipe Pavulagem. “Apesar das grandes dificuldades, nós conseguimos dar o nosso melhor e mostrar o nosso objetivo que é representar bem a escola pública. Estamos muito ansiosos e animados por essa etapa nacional até por sermos a única equipe de escola pública a representar o Pará em São Paulo. Vai ser uma experiência ótima, pelas trocas com outras equipes de outros estados. O aprendizado que estou adquirindo na Robótica vem trazer vários benefícios para o meu futuro tanto na programação e design do robô, o trabalho em equipe a experiência de participar de um torneio”, pondera a estudante.


Para Rafael, alunos que têm acesso à Robótica conseguem adquirir as habilidades ligadas às disciplinas de maneira muito mais fácil do que com a aula tradicional. “É mais uma ferramenta que o professor tem para desenvolver o conteúdo e o conhecimento com os alunos. Sem dúvida esses nossos alunos são de destaque nas suas escolas e muito disso é pelo interesse pela robótica”, ressalta o docente.


Os incentivos para ampliar os conhecimentos na área já estão sendo sentidos. O Núcleo de Tecnologia está de mudança para um prédio novo com 12 ambientes. “O Governo está incentivando e olhando para a tecnologia de forma diferente. Poderemos dar mais atenção aos projetos, com uma sala exclusiva para Robótica”, acrescenta Rafael.


A Robótica é uma metodologia de aprendizagem que reúne sistemas compostos por partes mecânicas automáticas e circuitos integrados, motorizados e controlados por inteligência computacional. Os recursos são aplicados em áreas industriais, domésticas e nas escolas. O Governo do Pará incentiva o conhecimento na área para qualificação de estudantes e profissionais.


Profissionalização


A comunidade do entorno da Usina da Paz do Icuí também conta com o curso de Robótica que iniciou em março. Leonardo Pereira Raiol, 32 anos, trabalha como eletricista industrial em uma madeireira, em Icoaraci. “Tem muita tecnologia, uns quatro robôs que fazem o trabalho operacional, muito pesado para o ser humano. Às vezes dá problema e tenho que ir até o robô e por isso me interessei em fazer o curso para pegar uma noção de como funciona. O curso vai me ajudar bastante dentro da minha profissão”, conta o profissional.

Para Leonardo, entre as vantagens estão os conteúdos teóricos e práticos para a compreensão do tema. “Essas aulas podem contribuir bastante para minha vida, pelo conhecimento que vamos adquirir, tanto teórico quanto prático. Vamos fazer os robôs, ter ideias para mostrar programação para colocar o robô para rodar. Vamos poder levar para a vida real, se quisermos ir em frente, começar a fazer alguns projetos. Uma ideia muito boa do Governo do Pará levar essa área que é tão importante na indústria, medicina, nas montadoras. Uma área de tecnologia que só cresce a cada dia e vamos aprender os conhecimentos, e que em todo canto estão buscando profissionais”, avaliou.


As aulas são ministradas por Rainner de Castro, professor de Robótica e Programação na UsiPaz Icuí, desde outubro de 2021. Para o educador, o curso propicia ao aluno um pensamento lógico computacional para desenvolver projetos, planejar a execução de determinadas tarefas, se envolver e empreender em novas possibilidades.


“A experiência em dar aulas na Usina em projetos como esse é enriquecedora. Já sou professor da rede tecnológica há mais de 5 anos e trabalhar com robótica é uma coisa que me estimula só pelo fato de conseguir transformar vidas, plantar sementinha do conhecimento no coração de cada pessoa envolvida nesse projeto é transformador. E ver esse processo de transformação é muito gratificante. É isso que movimenta a Usina, essa engrenagem do conhecimento e enriquece o nosso aprendizado”, enfatiza o professor.
 

A formação ocorre por meio do projeto Amazon Maker que oferta cursos na área da tecnologia, trabalhando com a ideia de que as pessoas aprendem fazendo, desenvolvendo a capacidade de construir, reparar e alterar objetos dos mais variados tipos e funções com as próprias mãos.


“O projeto Amazon Maker é genuinamente paraense e busca ofertar através da sua infraestrutura e tecnologia de ponta ferramentas que vão proporcionar ao aluno a possibilidade de explorar a sua genialidade dentro de um processo criativo, sempre voltado e contextualizado com o mundo do trabalho”, acrescenta Rainner.

 

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »