-
21/08/2020 às 18h00min - Atualizada em 21/08/2020 às 18h00min

HRBA cria dispositivo para ajudar pacientes com covid-19

Equipamento reduz o risco de lesão por pressão no corpo

Pró - Saúde
Com edição do Belém.com.br
O tem auxiliado positivamente o tratamento de pacientes graves com covid-19. (Foto: Pró-Saúde)
   
Um dispositivo simples e com baixo custo tem auxiliado positivamente o tratamento de pacientes graves com covid-19, no Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), em Santarém. O equipamento se chama coxim e foi produzido a partir do couro sintético, com fácil higienização e facilidade de adequação à anatomia do corpo humano.

 
Com formato que parece uma almofada, os coxins estão ajudando a proteger os pacientes de lesões por pressão na pele, desenvolvidas por ocasião dos longos períodos de internação nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI). Confeccionados em uma tapeçaria no próprio município, a alternativa foi adotada em virtude do desabastecimento do item durante a pandemia.
 
O HRBA é referência para casos graves da covid-19. A unidade já utilizava o dispositivo para prevenir lesões em pacientes que haviam realizado atendimentos em outras especialidades, porém a demanda pelo equipamento era baixa.
 
Economia e qualidade
 
Com o início da pandemia, enfermeiros especialistas em pele observaram a necessidade de um equipamento para a auxiliar na prevenção de lesões por pressão e sugeriram a utilização dos coxins. Foram confeccionados 40 kits de almofadas, no valor de R$ 8 mil.
  
“Com a utilização dos novos equipamentos, reduzimos a incidência de pacientes com lesão por pressão de 16 no mês de maio – período que aumentou o número de internações por coronavírus - para apenas dois no mês de julho”, explicou o coordenador do projeto, enfermeiro Rodrigo Lima.
  
O Hospital Regional do Baixo Amazonas já recuperou 172 pessoas com quadro clínico crítico da doença até a última quarta-feira (19). A maioria dos pacientes de coronavírus que são referenciados para atendimento na unidade necessitam de intubação.
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual ‘brega marcante’ mais representa esse ritmo musical em Belém?

10.3%
2.9%
2.5%
2.3%
4.7%
14.1%
1.4%
3.0%
1.1%
57.6%