-
15/10/2020 às 10h12min - Atualizada em 15/10/2020 às 10h12min

A educação como instrumento de transformação política

Professores também têm espaço na política em Canaã dos Carajás

Rosa Borges / Equipe Belém.com.br
Atualmente, o município tem dez escolas na zona urbana e oito na zona rural. (Fotos: Eliseu Dias)
     
Os educadores sempre foram vistos como essenciais no processo de formação dos cidadãos. Esse desejo natural de compartilhar conhecimento e ajudar os outros é um dos motivos pelos quais muitos deles se lançam como candidatos políticos. Em Canaã dos Carajás, sudeste paraense, apenas na base de apoio à candidata a prefeita Josemira Gadelha
(MDB), seis professores concorrem ao cargo de vereador. Atualmente, o município tem dez escolas na zona urbana, oito na zona rural, quatro núcleos de educação infantil e duas creches.

A professora Agna Maria revela que no começo da carreira as dificuldades eram grandes. "A escola municipal Carlos Henrique funcionava num prédio bem precário, eram quatro salas de aula em madeira e não tinha espaço adequado para as crianças lancharem. A quadra de esportes não tinha cobertura e não se conseguia dar o conforto necessário para os alunos. Mas era o espaço que estava disponível e onde tudo iniciou, aqui na Vila Ouro Verde", afirma a candidata pelo Movimento Democrático Brasileiro (MDB).
 
Educadora há 24 anos, Agna Maria se tornou diretora da escola Carlos Henrique em 2017. Nesse período, a instituição já contava com um prédio novo. "Nós instalamos parque com brinquedos, ampliamos os jardins da escola, implantamos curso de informática, criamos sala de reforço multifuncional e promovemos cursos com o Senar. Além disso, elaboramos um projeto de horta com estufa. Nossas salas de aula são amplas e climatizadas, com todo conforto que os alunos merecem", afirmou. 
 
Como vereadora ela quer ir mais e além, apresentando propostas para melhorar o ensino no município. "Queremos implantar o curso de informática básica em todas as escolas, além de hortas e transporte escolar para alunos moradores das vilas rurais. Implantar mais cursos superiores e técnicos, assim como o mestrado e doutorado. Outra preocupação é a construção de mais creches municipais e escolas de tempo integral", completou. 
 
Outra educadora é Cristiane Carvalho. Formada em pedagogia e pós-graduada em gestão educacional, a candidata pelo Partido dos Trabalhadores almeja fazer mais pela educação do município. "Quero ser vereadora porque acredito que trabalhando junto com o povo podemos avançar mais o nosso município na área da educação. Com ampliação de parcerias, para oferta de cursos técnicos profissionalizantes e pré-vestibular, além da formação continuada e criação de mais creches de tempo integral. Também pretendemos ampliar a oferta de esporte, lazer e cultura", reforça.
 
O professor de educação física Cleiton Lopes também colocou seu nome à disposição para uma vaga no Legislativo municipal pelo MDB. Ele acredita que a experiência na área será de suma importância para os projetos que pretende propor. "Já trabalho muito tempo nessa área. São seis anos atuando na rede privada, sendo dois deles também na rede municipal de ensino. Vou desenvolver projetos na área de esportes. Tive vários alunos que têm um potencial muito grande na área do esporte, mas não conseguem se destacar por não ter um apoio para se desenvolver", acredita o professor.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual ‘brega marcante’ mais representa esse ritmo musical em Belém?

10.2%
2.9%
2.7%
2.4%
4.5%
14.2%
1.4%
3.1%
1.0%
57.7%