-
05/12/2020 às 09h05min - Atualizada em 05/12/2020 às 09h05min

Adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio custará US$2,8 bilhões

Decisão de transferir o evento para 2021 foi tomada em março após ameaças de boicote

Agência Brasil
Com edição do Belém.com.br
Essa é a primeira vez, na era moderna, que os Jogos foram adiados. (Foto: Roberto Castro/ Brasil2016)
     
O adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio para o ano que vem por causa da pandemia do novo coronavírus (covid-19) custará aos organizadores japoneses mais 294 bilhões de ienes (2,8 bilhões de dólares) fora o valor já investido, afirmou o comitê organizador nesta última sexta-feira (4).

Os organizadores estão avaliando o impacto financeiro do adiamento desde que o governo japonês e o Comitê Olímpico Internacional (COI) decidiram, em março, adiar os Jogos até 2021.

O governo metropolitano de Tóquio deve pagar 120 bilhões de ienes, o comitê organizador 103 bilhões de ienes e o governo japonês 71 bilhões de ienes, disseram os organizadores.
O COI informou anteriormente que contribuirá com 650 milhões de dólares para cobrir os custos do adiamento. Este valor é separado dos custos anunciados pelos organizadores japoneses nesta última sexta-feira.

"Os custos de Tóquio são os custos de Tóquio", disse o CEO da Tóquio 2020, Toshiro Muto. "A [atribuição)]de Tóquio 2020 é uma receita que podemos garantir", acrescentou. "Dentro dessa receita, temos patrocínio adicional que solicitamos dos parceiros e também temos seguro."

Tóquio 2020 também está recorrendo a um fundo de contingência de 27 bilhões de ienes detalhado no orçamento do ano passado para cobrir os custos. O último orçamento oficial divulgado pelo comitê organizador em dezembro de 2019, meses antes do adiamento dos Jogos, foi de 12,6 bilhões de dólares.

Adiamento veio após pressão

Em 23 de março deste ano o Comitê Olímpico do Canadá publicou uma carta na na qual informou que boicotaria os Jogos Olímpicos e Paralímpicos se eles fossem realizados ainda este ano em meio a pandemia do Covid-19. A Austrália também informou que não enviaria seus atletas, além da Noruega e Reino Unido também terem colocado pressão no COI ameaçando não participar dos Jogos. 

Os comitês do Brasil, Eslovênia, Alemanha também haviam pedido o adiamento, assim como as equipes estado unidenses de natação e corrida.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual ‘brega marcante’ mais representa esse ritmo musical em Belém?

10.3%
2.9%
2.5%
2.3%
4.7%
14.1%
1.4%
3.0%
1.1%
57.8%