06/07/2022 às 11h00min - Atualizada em 06/07/2022 às 11h00min

Problemas bucais simples podem causar a perda dos dentes; veja como prevenir

Para evitar os problemas, o ideal é que se tenha um cuidado geral

Redação Belem.com.br
Adnes Souza - Ascom
Uma das formas de tratar um dente cariado, é o canal. (Foto: Divulgação / Ceopar)

                                                                                                                  
Um dos principais, e muitas vezes o primeiro problema, que as pessoas desenvolvem na boca é a cárie. Causada por uma má higiene bucal, as bactérias se nutrem dos resíduos que ficam grudados nos dentes, causando uma deterioração neles. Fortemente influenciada pelo estilo de vida de uma pessoa, seja criança ou adulto que não faz uma higienização correta não apenas dos dentes, mas de toda a região da boca, pois a cárie é apenas um dos vilões. Tártaro, gengivite e mau hálito também compõem a realidade de muitos brasileiros que não possuem bons hábitos de higiene bucal.

A última Pesquisa Nacional de Saúde, realizada pelo Ministério da Saúde em parceria com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no ano de 2019, revela alguns dados da população brasileira em relação aos cuidados com a boca. Feita com pessoas de 18 anos ou mais o resultado mostrou que aproximadamente 93% dos brasileiros escovam os dentes pelo menos duas vezes ao dia, 8,9% teve a perda de todos dos dentes, 69,70% tem uma saúde bucal boa ou muito boa e 63% faz o uso da escova de dente, pasta de dente e fio dental.

Apesar dos cuidados com a região, a cárie pode aparecer em decorrência de um pequeno descuido. Logo, não tratar um dente cariado de forma adequada dentro do tempo correto, pode levar a uma série de problemas, como explica a dentista do Sistema Hapvida, Suyana Carneiro. "Um dente cariado se não tratado de forma correta dentro de um tempo específico pode causar uma grande sensibilidade, porque vai atingir a boca, os nervos, os vasos e toda aquela região que dá vida aos dentes. Não sendo tratado, ele vai somente evoluir e causar grandes dores e desconforto. Fora que aquela bactéria, da cárie, vai acabar entrando na corrente sanguínea causando outros problemas de saúde", alerta.

Uma das formas de tratar um dente cariado, é o canal. Por existir três tipos de cárie: coronária (localizada na superfície da mastigação ou entre os dentes), radicular (afeta as raízes dos dentes, expostas por conta da retração da gengiva) e recorrente (deterioração que ocorre em volta das restaurações e coroas, áreas que tendem a acumular placa bacteriana), a evolução do acúmulo de bactérias pode levar a perda deles. "Vale lembrar que deve ser tratado o canal a partir do momento que a cárie atinge a polpa (parte interna do dente). Caso não seja feito, o dente vai quebrando e quando vai ter início a restauração do canal, não se consegue fazer uma restauração comum, porque o dente está tão destruído que vai precisar ser realizado uma restauração a pino, colocar uma coroa no dente,  para que se possa recuperar, senão só a extração, a instalação de implante ou prótese futuramente", esclarece a dentista.

Outra solução encontrada, para recuperar um dente, está na obturação, que se não feita de maneira correta também pode levar a outras preocupações, como sangramento na gengiva e mau hálito. Se esta obturação cair, provavelmente tem algum tipo de infiltração. Se apresentar sangramento, deve estar mal adaptada, mal colocada na posição ou saiu do lugar, o que acaba permitindo que a gengiva fique recebendo uma carga de alimentos.

"O mau hálito é porque ocorre o acúmulo de alimentos entre essa restauração e a gengiva ou entre o dente, então nesta região pode ocorrer um processo inflamatório e causar o mau hálito, por causa dessa proliferação de bactérias", nos conta Suyana Carneiro.

Para evitar o desenvolvimento destes problemas, o ideal é que se tenha um cuidado geral, englobando dentes, gengivas e línguas, aconselha a dentista. "Os cuidados básicos e ideias, para termos uma excelente saúde bucal é a escovação diária, escovação após as refeições, fazer o uso do fio dental, de alguns enxaguantes bucais e a limpeza da língua também", orientando sempre a procura de um profissional da área assim que perceber alguma alteração na boca, para que este também possa indicar escova adequada e mostrar as melhores maneiras de higienização bucal.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »